O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) promove amanhã a terceira da série de sete audiências públicas para discutir o Relatório de Impacto Ambiental (Rima) do Projeto São Francisco, que prevê interligação de bacias hidrográficas na região do semi-árido brasileiro.

A audiência de amanhã será realizada a partir das 14h30 no auditório da Escola Municipal Dom Malan, na cidade de Salgueiro (PE). Ontem, foi realizada em Sousa, na Paraíba, audiência que durou quatro horas e teve a participação de mais de 500 sertanejos. Dos quatro Estados beneficiados pelo projeto, a Paraíba reúne o maior número de municípios atendidos pelas águas do Rio São Francisco ? 30. Os 400 mil habitantes da cidade de Campina Grande, que atualmente está sob racionamento de água, serão abastecidos pelo Canal Leste do projeto de integração de bacias. O outro canal previsto no projeto, o Norte, atenderá também aos estados do Ceará e do Rio Grande do Norte.

As outras audiências estão marcadas para os dias 25, em Belo Horizonte (MG); 27, em Salvador (BA); 31, em Aracaju (SE) e 2 de fevereiro, em Maceió (AL).