O ministro das Relações Exteriores da França, Philippe Douste-Blazy, pediu nesta quarta-feira (15) a Israel que suspenda os bloqueios aéreo, marítimo e terrestre impostos ao Líbano. De acordo com ele, o bloqueio é desnecessário, pois o cessar-fogo estabelecido pelo Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) vem sendo sustentado.

"O bloqueio imposto ao aeroporto (internacional de Beirute) e aos portos libaneses deveriam ser levantados. Pedimos às autoridades israelenses que suspendam os cercos terrestre e marítimo ao Líbano", disse Douste-Blazy hoje em Beirute. "Também pedimos ao governo libanês que melhore o monitoramento" de suas fronteiras para garantir que o Hezbollah não tenha acesso a armas, prosseguiu ele. "Não há mais motivos para que Israel mantenha o bloqueio", concluiu o chanceler.

Douste-Blazy está na capital libanesa para discutir a participação francesa numa força de manutenção de paz da ONU que ajudará a manter o cessar-fogo, agora em seu terceiro dia. O bloqueio começou a ser imposto logo nos primeiros dias de combates entre Israel e o Hezbollah. Aviões israelenses bombardearam o aeroporto internacional de Beirute, bloquearam os portos e destruíram todas as rotas de acesso por terra ao exterior.