O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) da França subiu 0,3% em abril, na comparação com março, abaixo da alta de 0,4% esperada pelos economistas. Em relação a abril do ano passado, o avanço foi de 2,1%, em linha com as previsões, segundo informou hoje o governo.

Os preços de energia aumentaram 1,3% em abril ante março, enquanto os dos alimentos cresceram 0,2%. Já os valores dos bens manufaturados na França tiveram alta de 0,6% em abril ante março.

Reino Unido

A produção industrial do Reino Unido cresceu 0,3% em março na comparação com fevereiro, segundo o Escritório para Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês). Em base anual, a expansão foi de 0,7%. Os resultados foram mais fracos que o esperado pelos economistas. A previsão era de alta mensal de 0,8% e anual de 1,1%.

A extração de petróleo e gás caiu 12,4% em março, em comparação com o mesmo mês do ano passado. A produção no primeiro trimestre subiu 0,2%, menos que o cálculo original de 0,4%. Porém, uma autoridade do ONS afirmou que a revisão terá pouco efeito sobre o Produto Interno Bruto (PIB) do período, quando a economia teve expansão estimada de 0,5%.

O ONS informou também que a produção de manufaturas – que exclui setores como mineração e energia – subiu 0,2% em março ante fevereiro e 2,7% ante março de 2010. Esses números também foram mais fracos que o esperado, já que as previsões eram de aumento mensal de 0,4% e anual de 2,9%.

Espanha

O índice de preços ao consumidor da Espanha harmonizado para a União Europeia subiu 3,5% em abril, ante o mesmo mês do ano passado, depois da alta de 3,3% de março. De acordo com a própria metodologia da Espanha, a inflação subiu 3,8% em abril ante o mesmo mês do ano passado. As informações são da Dow Jones.