O primeiro dia de lances do 37º Leilão de Biodiesel, realizado na terça-feira, 10, pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), teve 540,2 milhões de litros arrematados pelas distribuidoras. O volume ofertado foi de 814,9 milhões de litros de biodiesel.

O combustível será fornecido por produtores que detenham o Selo Combustível Social, sendo 45,8% do Centro-Oeste; 37,7% do Sul; 8,4% do Nordeste; 6,3% do Sudeste e 1,4% do Norte.

Na sexta-feira, 6, os produtores de biodiesel cadastraram as ofertas para o leilão pelo Portal Petronect. Ao fim do primeiro dia de lances, os produtores de biodiesel puderam revisar suas ofertas para manter ou reduzir os preços para o segundo dia de leilão. As novas ofertas tiveram deságio de 1,36% em relação aos preços apresentados inicialmente, informou a ANP, em nota.

Nesta quarta-feira, 11, segundo e último dia do leilão, haverá participação de produtores de biodiesel detentores ou não do Selo Combustível Social. O volume máximo a ser comercializado não poderá ser superior a 135 milhões de litros, de forma a garantir que 80% do volume total sejam provenientes de produtores que possuem o selo.

Participam do segundo dia do leilão apenas as distribuidoras que arremataram ofertas ontem. Os resultados do leilão ainda estão sujeitos à homologação pela diretoria da ANP.