A China manteve a liderança do setor automotivo no primeiro semestre deste ano de acordo com dados da consultoria JATO Dynamics. O país asiático comercializou 6,952 milhões de unidades de janeiro a junho, volume 7,1% superior ao do mesmo período de 2010. Os dados chineses incluem apenas veículos de passeio. Nos demais países os números englobam carros e comerciais leves.

Em segundo lugar ficaram os Estados Unidos, com 6,333 milhões de unidades, uma alta de 12,8% ante o primeiro semestre do ano passado. A seguir ficaram Japão (3º), Alemanha (4º) e Brasil (5º). O Brasil encerrou o primeiro semestre com 1,638 milhão de unidades comercializadas, número 9,5% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado.

“As vendas de veículos na China deverão crescer cerca de 10% a 12% neste ano, ou seja, bem acima dos 5% previstos no início do ano. Torna-se incontestável o fato da China ser o maior mercado do mundo, muito embora ainda tenha fortes características dos mercados emergentes. A maior comprovação vem do fato de que os ‘compradores de primeira viagem’ são responsáveis por mais de 70% das vendas totais”, afirma João Carlos Rodrigues, diretor de vendas da Jato Dynamics do Brasil.

“O Brasil fecha o semestre mantendo o 5º lugar e começa a ser ameaçado pela Índia. O Japão começa a demonstrar que a tragédia ocorrida em março deste ano realmente vai prejudicar o desempenho no segmento automotivo, mas não acredito que seja suficiente para que o país perca o terceiro lugar no ranking mundial”, afirma Luiz Carlos Augusto, diretor-superintendente da Jato Dynamics do Brasil.