Ônibus de Curitiba passam a contar com mais uma alternativa de combate ao novo coronavírus, a partir desta segunda-feira (10). Uma parceria entre o Exército Brasileiro e a Urbanização de Curitiba, que gerencia o transporte público da capital, vai render a higienização dos 900 veículos da frota da capital com quaternário de amônio. A limpeza no transporte coletivo vai afetar diretamente as 290 mil pessoas que usam diariamente o serviço.

+Leia mais! Preso, homem que comeu cachorro em Curitiba também queria comer periquito

A parceria envolve 30 soldados da 5º divisão do Exército que irão sanitizar os veículos. O trabalho dura cerca de três minutos e será realizado logo após o ônibus desembarcar todos os passageiros no termina. Os soldados usarão um atomizador costal para fazer a assepsia dentro dos ônibus.

Os militares serão divididos em seis esquadras (com cinco militares cada) e seis fiscais da Urbs, que atuarão nos veículos em grandes estações e nos terminais, no intervalo de desembarque e embarque dos coletivos.

Segundo a prefeitura de Curitiba o acontecerá de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 12h, até o dia 21 de agosto, podendo ser prorrogado até 4 de setembro. Na segunda-feira (10) o serviço começa na Praça Rui Barbosa e nos terminais do Santa Cândida, CIC, Sitio Cercado, Capão do Imbuia e Caiuá.

Ação começa na segunda-feira Praça Rui Barbosa e nos terminais do Santa Cândida, CIC, Sitio Cercado, Capão do Imbuia e Caiuá. Pedro RIbas/SMCS.