O inverno de fato chegou e o frio foi novamente registrado em Curitiba, mas não tão forte como nesta quinta-feira, quando a mínima na capital chegou aos 3,7 ºC. Na manhã desta sexta-feira (3), a previsão era de geada fraca, mas o fenômeno não chegou a ser registrado na Grande Curitiba. Quem precisar sair logo pela manhã vai ter que colocar uma boa japona, já que os termômetros marcavam 5,8ºC por volta das 5h. Depois, quando o sol apareceu, o frio perde força e Curitiba registrava 7ºC às 7h . Segundo o Instituto Tecnológico Simepar, o sol promete esquentar a atmosfera e a máxima pode alcançar os 17ºC. No interior, a temperatura mais baixa era em General Carneiro, com -2,6 ºC.

LEIA TAMBÉM “Um dia triste pra nós”, diz secretária ao anunciar recorde de 15 mortes por covid-19 em Curitiba

O frio e a geada são consequência de uma massa de ar frio que está presente em todo o estado. E com o passar dos dias, a previsão é de geadas mais fracas no fim de semana. A geada que atingiu Curitiba e região metropolitana nesta sexta-feira foi leve, mas as regiões mais extremas do estado apresentaram frio mais intenso. Para sábado, por exemplo, não deve ocorrer geada em Curitiba e região metropolitana, mas o fenômeno deve se concentrar ainda no sul, entre Palmas e União da Vitória, que tem previsão de intensidade forte.

Frio no interior

Além de General Carneiro, que teve -2,6ºC, foram registrados temperaturas negativas em Entre Rios (-0,3ºC), Guarapuava (-0,1ºC), Palmas (-1,8ºC) e Ponta Grossa (-0,1ºC). Em Rio Negro, na região sul, os termômetros chegaram a marcar apenas 1º nesta manhã por causa da geada mais forte. A máxima no município, de acordo com o Simepar, pode chegar aos 15ºC.

Já em Jacarezinho, ao norte, a mínima também é baixa, apenas 5ºC, mas durante a tarde o frio se dissipa e o calor pode fazer os termômetros alcançarem os 22ºC.


Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo