A partir desta segunda-feira (30), unidades básicas de saúde de Curitiba suspendem temporariamente todos os atendimentos eletivos – aqueles agendados e que não são considerados de urgência. A medida visa reforçar o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que mudou a bandeira de alerta da Covid-19 para laranja na sexta-feira (27).

LEIA MAIS – “Não temos mais equipes para abrir leitos”, alerta Márcia Huçulak nas redes sociais

Ao comentar as medidas e a abertura de novos leitos exclusivos para covid, a secretária de Saúde, Marcia Huçulak, fez um alerta: “Aviso que tudo tem limite, não temos mais equipes para abrir leitos. As pessoas precisam entender que não se tem médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas e toda a equipe de apoio laboratorial e limpeza no almoxarifado. Podemos ter camas, respiradores, monitores, medicamentos em estoque. Profissionais de saúde e de apoio são pessoas que tem família, que também precisam descansar, querem ver seus filhos e pais e muitos não o fazem há meses”.

LEIA AINDA – Menos casos, mais mortes; coronavírus segue avassalador em Curitiba

Com a reorganização do atendimento básico à saúde, 77 unidades que já vinham atendendo com fluxo dividido logo na entrada, separando os atendimentos de pessoas com sintomas suspeitos do novo coronavírus e de outras condições de saúde, passam a atender exclusivamente situações de urgência em saúde. São o caso de quadros de pressão alta e atendimentos essenciais, como pré-natal, pacientes com condições crônicas descompensadas, entre outros. Urgências e emergências odontológicas também serão atendidas.

Outras 10 unidades de saúde funcionarão exclusivamente para vacinação do Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. Outras 24 unidades, além das 10 dedicadas à vacinação, irão transferir o atendimento para unidades próximas, e todos os profissionais desses locais irão reforçar os quadros do restante da rede.

VIU ESSA? Isolamento de famílias no litoral do Paraná diminui oferta de imóveis pra alugar

Confira abaixo as listas das unidades que manterão o atendimento de urgência e emergência, das que farão exclusivamente a vacinação e das que terão o atendimento redirecionado, com as respectivas novas unidades de referência:

Lista de 77 unidades básicas de saúde que atenderão urgências odontológicas, quadros respiratórios e os atendimentos essenciais

– Lista de 10 unidades de básicas de saúde que disponibilizarão vacinas do Calendário Nacional de Vacinação

– Lista de 24 unidades básicas de saúde que terão atendimento redirecionado e qual a respectiva nova unidade de referência

Na última sexta-feira (27), a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boqueirão passou a atender exclusivamente casos de covid-19, suspendendo temporariamente atendimento geral por busca direta. No local estão sendo ativados 50 leitos de enfermaria exclusivos para a doença.

Segundo a SMS, moradores da região com urgência e emergências de saúde podem buscar atendimento nas UPAs Pinheirinho, Sítio Cercado e Cajuru. Para as pessoas com sintomas respiratórios leves a orientação é ligar para a Central de Atendimento, no telefone 3350-9000, das 8h às 20h, todos os dias da semana. A central dará as orientações e fará o agendamento do exame.