Três policiais militares de Curitiba voltaram de uma pescaria de final de semana com o melhor prêmio de todos. Não foi nenhum pintado, muito menos uma tilápia e nem uma centena de lambaris. O 3º sargento Kendy Shimiza da Silva (BOPE), e os soldados Guilherme Anthony da Silveira (ROCAM) e Augusto Cesar Dias Tremea (13° BPM)  pescaram “uma vida” de dento do Rio Negro, que marca a divisa de Santa Catarina com o Paraná.

Um veículo parou próximo a cabeceira de uma ponte com os faróis apagados. Um outro carro, um GOL dirigido por um morador de Agudos do Sul, vinha no mesmo sentido e foi surpreendida pelo veículo parado com as luzes apagadas. Para evitar a colisão, ele fez uma manobra brusca e desviou. No entanto, acabou colidindo com um barranco e viu seu carro despencar rio adentro.

+ Leia maisSoldado da PM morre em rio do Paraná durante de fiscalização contra pesca irregular

Os policiais atravessaram o rio a nado para efetuar o resgate. O motorista ficou desacordado e foi necessário quebrar o vidro do veículo para resgatar a vítima. Ele foi levado para a margem do rio e começou a receber os procedimentos de reanimação, já que não respondia aos PMs. Após as manobras, ele conseguiu expelir a água e recobrou os sentidos, sendo encaminhado de ambulância para um hospital da região.

O acidente aconteceu por volta das 20h45 do último sábado (9), na localidade conhecida como Bateias de Baixo, no município de Campo Alegre, já no estado catarinense.