Com a assinatura de convênio entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Curitiba, nesta sexta-feira (19), o preço da passagem de ônibus na capital fica mantido em R$ 4,50 pelo menos até fevereiro de 2020. Depois disso, ainda não se sabe se haverá reajuste. O convênio formalizou o repasse de R$ 90 milhões para a Rede Integrada de Transporte (RIT) de Curitiba e Região Metropolitana. Do total, R$ 50 milhões foram aportados pelo Município e os outros R$ 40 milhões pelo Estado.

O convênio celebrado permite a manutenção do valor da tarifa em de R$ 4,50, durante o período tarifário 2019-2020. A tarifa permanecerá neste preço até no mínimo fevereiro de 2020. Para garantir esse patamar tarifário, os recursos serão injetados no Fundo de Urbanização de Curitiba (FUC) a título de subsídio tarifário.

+Leia também: Obras em ponte causam bloqueios e complicam o trânsito em bairro de Curitiba

Faixas exclusivas para ônibus

O convênio celebrado com o governo estadual também que possibilitará que a Prefeitura de Curitiba auxilie na operação de linhas metropolitanas de transporte coletivo com a implantação de seis novas faixas exclusivas dentro da cidade. As novas faixas exclusivas, como já acontece com as outras sete já implantadas na cidade, irão melhorar a velocidade operacional dos usuários urbanos e metropolitanos nos seus respectivos itinerários, além de permitir a integração entre Pinhais e o Terminal Centenário.

Segundo o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, as novas faixas exclusivas reduzirão o tempo de percurso dos ônibus, possibilitando melhor aproveitamento da frota e, também, diminuindo custos. “O ganho de tempo para os usuários do sistema de transporte se soma a uma economia média de cerca R$ 145 mil por ano em algumas linhas. É uma redução de custos muito representativa e torna nosso sistema cada vez mais eficiente”, concluiu Maia Neto.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

As seis novas faixas exclusivas serão: 

– Rua João (entre as ruas André de Barros e Almirante Gonçalves);

– Rua Alfredo Bufren (entre as ruas Presidente Faria e Tibagi);

– Avenida Marechal Deodoro (entre a Rua Ubaldino do Amaral até a Praça das Nações);

– Rua Emiliano Perneta (entre as ruas Dr. Muricy e Visconde de Nácar);

– Rua Amintas de Barros (entre as ruas Conselheiro Laurindo e Ubaldino do Amaral);

– Rua Imaculada Conceição (da altura do portão de entrada da Pontifícia Universidade Católica do Paraná – PUCPR até a Linha Verde).

 

Gangue do hidrante não perdoa e deixa prejuízo por todo o Centro