enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Hospital infantil

Obras do Hospital Erastinho saem do papel e atendimentos devem começar em 2020

  • Por Gazeta do Povo, Gazeta do Povo
Obras do Hospital Erastinho devem ser concluídas em 15 meses. Foto: Divulgação/Hospital Erasto Gaertner
Obras do Hospital Erastinho devem ser concluídas em 15 meses. Foto: Divulgação/Hospital Erasto Gaertner

Depois de quase um ano de campanhas de arrecadação de fundos, as obras para a construção do Hospital Erastinho saíram do papel. A empresa responsável pela construção assumiu os trabalhos no último dia 28 de janeiro e a previsão é de que sejam concluídos já no início de 2020. Com isso, espera-se que o hospital comece a operar no primeiro semestre do ano que vem.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Ligado ao Hospital Erasto Gaertner (HEG), o Erastinho será o primeiro hospital para o tratamento do câncer infanto-juvenil no Sul do Brasil. De acordo com superintendente da instituição, Adriano Lago, o início das obras é a concretização de um sonho antigo. “Muitas pessoas não acreditaram que o Hospital Erastinho iria existir. E agora, a empresa que ganhou a licitação e será responsável pela obra, já está trabalhando. O sonho saiu do papel”, comemora.

O novo hospital vai funcionar em um prédio no mesmo terreno do HEG. Para isso, a empreiteira que assumiu o projeto vai aproveitar uma estrutura já existente no local — o que deve agilizar consideravelmente a evolução dos trabalhos. É justamente por isso que toda a construção do Erastinho deve ser concluída em apenas 15 meses.

+ Leia mais: Multas de trânsito em Curitiba já podem ser pagas com cartão de crédito

Com a nova estrutura, o hospital dobrará a capacidade de atendimento e de procedimentos, além de passar a ofertar uma ala exclusiva para a oncopediatria. Com a construção do Erastinho, a ala pediátrica será totalmente transferida para o novo prédio. A expectativa é dobrar a capacidade de atendimento e realização de procedimentos.

Ao todo, o Hospital Erastinho vai custar R$ 24 milhões — metade deste valor será de investimento do governo estadual. Os outros R$ 12 milhões cabe à instituição arrecadar e, para isso, diversas ações estão em andamento. Até agora, as cinco primeiras parcelas correspondentes ao valor da contrapartida do hospital já estão garantidas. “Nós temos pacotes comerciais, disponíveis para os empresários que queiram participar deste projeto e ter sua marca em destaque no Hospital Erastinho.

+ Caçadores: Escorpiões invadem casas e tiram o sono de moradores da região de Curitiba

A sociedade também pode colaborar apadrinhando o projeto. Basta entrar em contato com o telemarketing da instituição pelo 0800 643 4888. Por meio do site do Erastinho também há opções de doações de todos os valores. E no site www.erastinho.com.br será possível acompanhar o andamento da obra.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Praia de Balneário Camboriú fica ‘preta’ e intriga moradores e turistas

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas