enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Mais uma opção

Multas de trânsito em Curitiba já podem ser pagas com cartão de crédito

  • Por Redação / Tribuna do Paraná
Foto: Divulgação/SMCS

Sete meses depois de o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) autorizar os órgãos de trânsito de todo o Brasil a aceitar pagamento de multas com cartão de crédito, a novidade passa a valer em Curitiba. De acordo com informações da Prefeitura, as multas emitidas por agentes de trânsito da Superintendência de Trânsito (Setran) e guardas municipais já podem ser parceladas no cartão. A facilidade ao cidadão é possível por meio de um convênio firmado com o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR).

“A Prefeitura recebeu a autorização do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para fazer o parcelamento de multas”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella. “Lembrando que veículos com débitos em atraso podem ser recolhidos caso sejam flagrados em blitz de trânsito e o pagamento das multas evita esse tipo de transtorno”, aponta ela.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Parcelamento em até 12x

O parcelamento do valor devido pode ser feito em até 12 vezes, com cartão de crédito das bandeiras Visa, MasterCard, Elo, Diners Club e Amex. O procedimento deve ser solicitado presencialmente na sede do Detran-PR (Avenida Victor Ferreira do Amaral, 2.940, Tarumã), de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h, exceto feriados.

“Através de delegação, a arrecadação é feita por meio do Detran, que credenciou uma empresa para o parcelamento, em negociação direta do devedor com as principais operadoras de cartões”, conta a superintendente de Trânsito de Curitiba.

+Leia também: Asfalto derretido que causava sacolejo em biarticulado é arrumado em Curitiba

As operadoras de cartões de crédito ficam, então, responsáveis pela quitação da dívida, à vista. O repasse ao município é feito de forma única e imediata. “A iniciativa não traz nenhum ônus financeiro à Prefeitura, apenas beneficia e facilita para os cidadãos, que podem colocar os débitos em dia e evitar gastar mais, pois há taxas cobradas em caso de remoção do veículo”, reforça Battistella.

Funciona? Tornozeleira eletrônica provoca dúvida sobre sua efetividade

 

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

4 Comentários em "Multas de trânsito em Curitiba já podem ser pagas com cartão de crédito"


Cláudio
Cláudio
14 dias 23 horas atrás

Será que alguma dessas blitzes já recuperaram algum carro roubado?
Ou os casos de carros roubados ficam no esquecimento e continuam alimentando a “indústria de peças roubadas” por aí?
Há quem diga que tem gente “fora de qualquer suspeita” envolvida nessa falcatrua.
É…o povo sabe das coisas.

Tiago Ribas
Tiago Ribas
15 dias 51 minutos atrás

A Industria da multa inovando à todo vapor, mas o investimento em sinalização, conservação das ruas e programas educativos em declínio e esquecimento.

Jonathan Jonathan
Jonathan Jonathan
15 dias 12 minutos atrás

Falou pouco mas falou tudo, o importante é “arrecadar”, porém não falam que os juros é um absurdo, da minha ecosport ipva era de 1.500…parcelando em 12x dava mais de 600 reais de juros, ridículo…

Carlos Gomes
Carlos Gomes
14 dias 21 horas atrás

Esse parcelamento “sem onus” para eles é furada para o cidadão, vai pagar juros do cartão, mais taxa da empresa que fica responsável pela operação, melhor tentar outras opções antes dessa.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas