O proprietário do caminhão que perdeu o tambor de freio e atingiu o carro de Roseli Salles, 44 anos, na tarde desta quarta-feira (17), causando a morte da condutora do veículo, presta depoimento na Delegacia de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), na tarde desta quinta-feira (18).

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!

O veículo foi identificado e localizado por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) também na tarde desta quinta-feira. O motorista que dirigia o caminhão no momento do acidente também é esperado na delegacia para prestar depoimento.

O caminhão será submetido à perícia, que apontará as responsabilidades e a razão da peça ter se soltado do sistema de freio. O acidente aconteceu na Rodovia do Xisto (BR-476). Na ocasião, Roseli estava acompanhada de sua filha, de seis anos, que não sofreu ferimentos.

Desvio pelo posto

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal , após o acidente o motorista efetuou um desvio a cerca de 300 m da Unidade Operacional da PRF em Araucária, manobra muito utilizada “por motoristas que estão com excesso de peso e outras irregularidades”.

+ Leia mais: Liberação de saque do FGTS é adiada por questões técnicas, diz ministro

Ainda conforme a PRF, este desvio desemboca na rodovia, depois da balança e da unidade da PRF. Nas câmeras da balança não houve registro da passagem do caminhão. No vídeo, é possível verificar o caminhão realizando o desvio, pelo posto. As imagens são do sistema de videomonitoramento do posto de combustíveis.

Moradores em pânico na RMC. Incêndio destruiu empresa por completo!