Eles pouco incomodam e estão em praticamente todos os banheiros, dos chiques até os mais simples. Aí na hora do banho, é inevitável aquele questionamento. De onde vocês vêm? Porque aqui? Se jogar água, vocês irão embora? Estamos falando das moscas de banheiro, também conhecidas como mosquitinhos dos ralos ou filtros. São pequenas, mas podem causar doenças aos humanos ao transmitir bactérias. A solução para acabar com os mosquitinhos está na limpeza dos ambientes, evitando a proliferação destes bichinhos que podem chegar, quando adultos, a 2 milímetros de tamanho.

LEIA TAMBÉM – Perdeu o cometa Neowise? Fotógrafo apaixonado pelo espaço sideral conseguiu registrar; Veja!

Cientificamente são conhecidas como Psychoda ou Telmatoscopus, da família das moscas. Eles podem até ser confundidos como mariposas, mas estão longes disto. Geralmente, eles gostam de ficar em ambientes úmidos como os banheiros, esgotos, fossas e pousados em azulejos. Os locais são perfeitos, pois as fêmeas depositam em média de 30 a 100 ovos. Com a eclosão do ovo, a larva encontra inúmeros alimentos como algas, bactérias, fungos e outros microorganismos no ambiente. Ao lavar o corpo, no banho, nosso organismo elimina gordura, que se transforma em alimento para a larva.

VIU ESSA? Tubarão, tigre, panda em casa? Google cria brincadeira com realidade aumentada

Ao crescer, a mosca de banheiro deixa o local e é levada para outros lugares até pelo vento. No entanto, geralmente elas permanecem em superfícies verticais próximas onde se desenvolveu como larva. Ao se deslocar, pode trazer bactérias para a casa. Carla Pedroso de Moraes, 41 anos, engenheira agrícola, mestre e doutora em Agronomia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professora da disciplina Entomologia Geral e Agrícola da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), reforça que a limpeza é a forma mais adequada para se livrar da mosquinha de banheiro.

“Se fizer uma boa limpeza, elas aparecem pouco. O inseto adulto aparece mais à noite pela luminosidade e permanece neste ambiente. Possuem asas nervuradas quando adulto e por isto a confusão com mariposas, mas é uma mosca”, explicou a engenheira agrícola.

Doenças e cuidados

Por circularem em ambientes como ralos e esgotos, as mosquinhas podem trazer doenças para o ser humano ao carregar bactérias do gênero coliformes. Há relatos na literatura que pessoas tiveram bronquite asmática quando respiraram fragmentos desintegrados destes insetos. A preocupação para uma família deve ocorrer se houver uma enorme quantidade, o que exige o trabalho de empresas certificadas em pragas urbanas.

“Não se recomenda inseticida por ser um ambiente dentro de casa. Várias empresas certificadas trabalham com isto e possuem pessoas especialistas nesta área como agrônomos, biólogos e médicos veterinários. Não pode ser qualquer pessoa e usar qualquer tipo de resíduo”, reforçou Carla Pedroso de Moraes.

Como acabar com mosquitinho de banheiro

A mestre e doutora em Agronomia e professora da disciplina Entomologia Geral e Agrícola UTP, deixou algumas dicas para os leitores da Tribuna do Paraná.

  • Água sanitária
  • Detergente
  • Bicarbonato de sódio com vinagre
  • Remova sujeiras nas pias, ralos e azulejos
  • Não deixe água acumulada