O Ministério Público do Paraná (MPPR) denunciou um médico do município de Colombo, na RMC, que foi trabalhar mesmo sabendo que estava infectado pelo novo coronavírus.

LEIA MAIS: Curitiba confirma mais dois mortos por covid-19 e Greca anuncia testagem pra grupos de risco

O caso aconteceu no dia 15 de abril – quando já ciente da doença, diagnosticada dois dias antes – o profissional de saúde fez plantão e atendeu ao menos nove pessoas na Unidade de Pronto Atendimento do bairro Alto Maracanã. Somente ao fim do expediente ele comunicou aos colegas que estava com Covid-19 e pediu um atestado.

Ao infringir as determinações do poder público para impedir propagação de doença contagiosa, a 6ª Promotoria de Justiça do município apresentou denúncia criminal contra o médico pela infração de medida sanitária preventiva e omissão de notificação de doença, passíveis de prisão e multa.

Por nota, a prefeitura de Colombo informou que assim que soube do caso, em 17 de abril, abriu imediatamente um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para instaurar uma investigação e implantou uma comissão específica para analisar o caso.

Na mesma data a comissão decidiu pelo afastamento inicial do médico por 90 dias e encaminhou o caso documentado ao MP-PR, para que este tomasse as providências necessárias. Além de comunicar o MP, a prefeitura também enviou as informações ao Conselho Regional de Medicina do Paraná (CRM-PR) “para ciência e providência quanto a ação praticada pelo profissional” e aguarda novos posicionamentos para tomar novas medidas.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?