Duas pessoas morreram em acidentes que aconteceram na Linha Verde, a BR-476, na madrugada deste sábado (21). Os acidentes foram em pontos diferentes, a pouco mais de 20 quilômetros de distância um do outro. Um quase no limite de Curitiba com Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e o segundo num trecho de obras no Bairro Alto. Num dos casos, o motorista estava embriagado.

O primeiro acidente aconteceu por volta de 1h, no começo da madrugada, no trecho da BR-476 que já fica próximo a Rodovia do Xisto. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), um ciclista foi atropelado pelo motorista de um Jetta, que atingiu a bicicleta na transversal.

+ Leia mais: Grupo armado invade lava car e mata jovem em crime misterioso no Sítio Cercado

Apesar de o socorro ter sido acionado, a vítima não resistiu. Ainda de acordo com a PRF, o motorista do Jetta passou pelo teste do bafômetro e o equipamento apontou que ele estava alcoolizado: tinha 0,13 miligramas de álcool por litro de ar expelido e, por conta disso, foi multado.

Capotamento fatal

Algumas horas depois, já por volta das 4h20, uma jovem de 24 anos morreu ao capotar o Onix que dirigia num trecho onde estão sendo feitas algumas obras da Linha Verde no Bairro Alto. Os bombeiros contaram que a jovem bateu numa placa das obras, quebrou uma mureta e só parou ao capotar. Por estar sem cinto de segurança, a motorista acabou morrendo na hora.

Conforme a PRF, não foi possível precisar o que aconteceu para que a motorista perdesse o controle da direção. Como o trecho está em obras, pode ser até que a jovem tenha se confundido na sinalização, foi fechada por outro veículo ou até mesmo, como supôs os bombeiros, possa ter cochilado ao volante.

Friozinho e chuva (sempre eles) deixam cinzento o sábado na região de Curitiba