O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) está disponibilizando um o novo serviço de liberação anual do laudo de Gás Natural Veicular (GNV) que dispensa a exigência do atendimento presencial. A novidade é a integração de sistemas que irá possibilitar ao motorista a comodidade de não levar documentos para conseguir fazer o cadastro do órgão estadual. Esta medida irá beneficiar 37.274 usuários que teriam que fazer esta liberação anual de GNV.

+Leia mais! Alerta da Anvisa sobre uso da ivermectina contra o coronavírus é reforçado pela Prefeitura de Curitiba

Anteriormente, os laudos emitidos pelas Instituições Técnicas Licenciadas (ITL), precisava ser registrado em dois sistemas. A do Detran e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Com a diminuição desta burocracia, os laudos entraram automaticamente no sistema Denatran/SisCSV. Sendo assim, todas as ITLs licenciadas pelo Denatran, autorizadas pelo Inmetro e localizadas no Estado do Paraná, já participam automaticamente da integração. “Neste momento de pandemia, a transformação digital se tornará uma grande aliada do cidadão para melhorias e maior eficiência nos serviços. Não irão medir esforços para que as facilidades tecnológicas estejam cada vez mais acessíveis ao cidadão”, comentou a diretora de tecnologia e desenvolvimento do Detran-PR, Jaqueline Almeida.

Este benefício irá ajudar motoristas que precisariam liberar o bloqueio anual de GNV. Segundo dados do Detran-PR, dos mais de sete milhões de veículos registrados no Estado, 37.274 proprietários não precisarão se deslocar para fazer este este cadastro.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?