A família de Adão Gonçalves das Neves, de 63 anos, está desesperada. Desde o final da tarde de segunda-feira (8), o homem sumiu depois de uma discussão com a esposa e ninguém mais teve notícia dele. O boletim de ocorrência foi registrado e a Polícia Civil já está investigando a situação.

Segundo a nora de Adão, ele saiu bravo de casa. “Mas como ele sempre saía para caminhar no mesmo horário, no fim da tarde, a gente acreditou que ele voltaria, mas não voltou”, explicou Bárbara Neves.

A última informação que a família teve sobre Adão foi a de que ele teria sido visto na Rua Carmelina Cavassin, próximo a Rua Theodoro Makiolka, no Barreirinha. “Depois disso, ninguém mais soube dizer o paradeiro dele. Algumas pessoas até mandaram informações pra gente e nós fomos atrás, mas nada se confirmou”, detalhou a nora.

+Leia também: Eleitores que votaram armados são alvo de operação da PF, inclusive no Paraná

Depressão

Segundo os familiares, Adão sofre de depressão e atualmente está um pouco mais magro do que na foto colocada no boletim de ocorrência. No momento em que desapareceu, ele estava com jaqueta escura e calça jeans.

Em busca de informação, Bárbara contou que o filho de Adão já buscou em hospitais, publicou nas redes sociais e foi até mesmo no Instituto Médico-Legal (IML) para reconhecer o corpo de um homem que foi encontrado em Quatro Barras e que tinha características parecidas, mas não era o homem. “Continuamos atrás de notícias, se alguém tiver qualquer notícia, por favor, nos avise, estamos todos aflitos”.

Informações podem ser passadas diretamente à Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP), pelo telefone (41) 3883-7155.

adao-desaparecido

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Homem é preso na BR-277 transportando mais de 28 quilos de ‘supermaconha’