"Japonês da Federal" em noite de autógrafos. Foto: Divulgação
“Japonês da Federal” em noite de autógrafos. Foto: Divulgação

O lançamento do livro do agente federal Newton Ishii, o “Japonês da Federal”, em Curitiba, foi tumultuado, na noite desta quinta-feira (25). Simpatizantes do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva entraram no local com gritos de ordem e barulhos de cornetas.

Leia também: Relatos aterrorizantes levam PM estuprador para a cadeia

O evento iniciou às 19h, dentro da Livraria Curitiba do Park Shopping Barigui. A loja estava cheia e a fila dos autógrafos e fotos bem extensa, quando por volta das 20h30, os manifestantes entraram quietos.

Quando chegaram bem ao lado da mesa onde estava o agente e o jornalista Luís Humberto Carrijo, autor do livro, os apoiadores de Lula acionaram uma corneta (que assustou todos os presentes), abriram um cartaz escrito “Lula Livre” e começaram a gritar “Olê, olê olê olá, Lula, Lula”. Tão logo começaram a gritar, foram vaiados por quem estava presente na sessão de autógrafos.

Newton e livro que traz relatos de sua carreira. Foto: Átila Alberti
Newton e livro que traz relatos de sua carreira. Foto: Átila Alberti

Os próprios manifestantes fizeram a volta e foram saindo lentamente da loja, escoltados por seguranças. Pelo microfone, o organizador do evento também pediu que o grupo se manifestasse em outro local. Na saída da loja, os manifestantes, debochados, ainda tocaram na corneta a melodia da música “Beijinho no ombro”, da funkeira Valeska Popozuda.

Muitas pessoas se assustaram, mas permaneceram no local aguardando o autógrafo no livro “O Carcereiro – O Japonês da Federal e os presos da Lava Jato”.

 

Vídeo divulgados nas redes sociais mostra como foi o protesto:

Olha o japonês!