enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Custo de R$ 10 mil por dia!

Greca reforça pedido para que acampamento pró-Lula seja retirado do Santa Cândida

  • Por Redação
Foto: Gerson Klaina

Acampados no bairro Santa Cândida desde o dia 7 de abril deste ano, data da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os manifestantes que apoiam o petista têm sido alvo de diversos protestos e pedidos para que suas barracas sejam retiradas da região onde fica a sede da Polícia Federal. A solicitação mais recente, foi feita pela Prefeitura de Curitiba, que reforçou os pedidos na Justiça Federal.

Leia mais: Prisão de Lula e acampamento de manifestantes no entorno da PF completam um mês

“O prédio da PF não é uma penitenciária e a Justiça não pode violar a lei”, disse o prefeito Rafael Greca (PMN), ao mencionar os transtornos que a mobilização vem causando aos moradores da região. Sobre o assunto, Greca também conversou com o presidente do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre, desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz.

“O município merece o respeito da Justiça Federal”, afirmou Greca, ao lembrar que as iniciativas da Prefeitura ganharam o apoio da população. “Ontem, 130 famílias do bairro Santa Cândida entraram, com o município, nas petições à Justiça para desocupar o bairro”, lembrou.

Multas

Na última sexta-feira (4), a prefeitura encaminhou novo pedido para reestabelecer a multa diária de R$ 500 mil para o movimento. De acordo com a procuradora-geral do município, Vanessa Volpi, a medida foi tomada porque os manifestantes descumpriram o acordo estabelecido no dia de 16 de abril, de respeitar o limite de quatro tendas no local e de obedecer a legislação sobre volume de som.

Leia mais: Ataque a tiros ao acampamento contra prisão de Lula deixa duas pessoas feridas

O acordo foi assinado depois que o juiz substituto Ernani Mendes Silva Filho concedeu liminar, em 7 de abril, a favor a Prefeitura, proibindo o acampamento em frente à Polícia Federal.

Custos

Além dos transtornos aos moradores, o monitoramento da Polícia Federal e da Guarda Municipal tem um custo para os cofres públicos. De acordo com a prefeitura, são gastos R$ 10 mil por dia, com essa atividade.

Delegado da PF invade acampamento “Lula Livre” e destrói equipamentos de som

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

19 Comentários em "Greca reforça pedido para que acampamento pró-Lula seja retirado do Santa Cândida"


Raul .
Raul .
3 meses 5 dias atrás

#não vem não

trabalhar aí é o maximo????

hahahahaha

Jorge
Jorge
3 meses 5 dias atrás

É fácil: Gás lacrimogêneo, cães, cavalaria, choque e balas de borracha.
Se isso tudo falhar, basta usar a artilharia pesada: Carteiras de trabalho !!!!

Raul .
Raul .
3 meses 5 dias atrás

#LULALIVRE

tom redblack
tom redblack
3 meses 5 dias atrás

Vamos esquecer o molusco, esse já era e vai apodrecer na prisão, o problema é essa racinha de desocupados e arruaceiros, esses sim tem que ser arrancados na base da ripada e ponta pé, lugar de maloqueiro é no aterro sanitário ou direto pra vala!

Raul .
Raul .
3 meses 5 dias atrás

então vc deveria estar no aterro sanitário ou numa vala, serzinho anos luz pior que eles

tom redblack
tom redblack
3 meses 5 dias atrás

E você é o primeiro a levar um kac.ete, o ser aqui trabalha ao contrário de vocês imprestaveis!

Carlos
Carlos
3 meses 5 dias atrás

Como ele tem que estar nessa tal “sala de estado maior” deveria mudar para alguma unidade do exercito que dispõe desse tipo de espaço e não seria uma dor de cabeça tão grande como está sendo onde Lula etá hoje.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas