enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Tragédia

Explosão em apartamento deixa quatro feridos e assusta moradores do Água Verde

  • Por Redação / Tribuna do Paraná

Uma explosão – causada por um gás gerado na impermeabilização de sofás – gerou  um incêndio e deixou quatro pessoas gravemente feridas. O acidente foi num prédio localizado na Rua Dom Pedro I, quase na esquina da Rua Marquês do Paraná, no bairro Água Verde, em Curitiba, por volta das 9h30 deste sábado (29). Além dos feridos, muita gente entrou em pânico, passou mal ou cortou-se com os estilhaços, que atingiram não somente este prédio, mas também todos os outros edifícios ao redor e a rua em frente.

Tijolos, esquadrias de janelas e até objetos comuns dos apartamentos (placas decorativas, filtro de café, olho mágico de porta, roupas, etc.) se espalharam por todos os terrenos vizinhos.

“Era uma chuva que estilhaços que não acabava nunca”, contou Helen Santos, funcionária de uma pet shop bem em frente ao prédio e grávida de oito meses. As paredes do apartamento que explodiu caíram quase todas. E junto com elas, um adolescente de 11 anos que estava no apartamento explodido também foi arremessado para fora e caiu, do sexto andar, sobre um carro no estacionamento externo do edifício. Em seguida, o corpo dele foi ao chão. Bombeiros e policiais que moram nas proximidades foram ajudar no socorro, levando o jovem até a parte da frente do prédio, para guardar a chegada do Siate.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O publicitário Nader Assad, 27 anos, síndico de um prédio próximo, conta que quando chegou ao local para ver o que acontecia, viu o garoto já estendido na rua. “Ele não parecia estar queimado, mas não respirava e tinha sangue escorrendo dos ouvidos”, lamentou o rapaz. O jovem foi reanimado por socorristas do Siate e levado de ambulância ao Hospital do Trabalhador, com escolta da Polícia Militar, para que chegasse o quanto antes ao pronto socorro. Lá, ele passou por várias cirurgias e exames. Até a metade da tarde deste sábado, não havia confirmação oficial sobre o estado de saúde do menino.

Gás ou avião?

Muita gente ao redor, e no próprio edifício, pensou que se tratasse da queda de um avião, tamanho o estrondo e tremor que produziu na região. Pessoas que moram a duas quadras sentiram suas casas e apartamentos tremerem. Depois de perceberem que tratava-se de uma explosão, e antes do Corpo de Bombeiros confirmar que era causada por gás de impermeabilização de sofás, todos pensaram que era gás de cozinha, por causa do forte cheiro que se espalhou na quadra.

+ Leia mais: Homem é morto a facadas em ‘condomínio’ improvisado debaixo de ponte do Rio Atuba

Mas, a empresa Compagás, que fornece gás natural para o edifício, logo mandou dois técnicos ao local para verificar e, em seguida, emitiu a seguinte nota:

“Em relação ao incidente ocorrido na manhã deste sábado (29/06) em um prédio no bairro Água Verde, a Companhia Paranaense de Gás – Compagas informa:

– O acidente aconteceu, aparentemente, devido ao vazamento do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), também conhecido como “Gás de Botijão”, e não de gás natural, uma vez que o edifício em questão não é abastecido através da rede de distribuição de gás canalizado operada pela Compagas;
– Ressaltamos a toda a sociedade e especialmente aos nossos clientes que o gás natural é um combustível seguro, que, por apresentar densidade específica menor que a do ar, dispersa mais rapidamente na atmosfera em casos de vazamento, reduzindo os riscos de acidentes.”

Feridos

Além da criança, levada ao Hospital do Trabalhador, o acidente teve outras três vítimas,com 23, 27 e 30 anos de idade. Elas foram encaminhadas ao Hospital Evangélico Mackenzie, com queimaduras em todo o corpo. Segundo informações, os feridos seriam um casal, o menino de 11 anos que era irmão da jovem e o funcionário da empresa de impermeabilização.

Impermeabilização

O major Machado, do Corpo de Bombeiros, explicou que no apartamento da explosão, uma empresa estava fazendo um serviço de impermeabilização no local. Ele não soube precisar o que estava sendo impermeabilizado, se eram cadeiras, o sofá ou outro móvel.

No entanto, o aparelho usado neste serviço estava soltando um gás, que se acumulou no ambiente sem ventilação adequada e, com uma faísca (que não é possível precisar no momento a origem), causou a tragédia, visto que é um gás altamente inflamável.

Bombeiros e Defesa Civil explicam sobre explosão em apartamento no Água Verde:

Edifício interditado

O prédio foi interditado ainda no fim da manhã deste sábado. Os moradores tiveram que deixar o local, ainda sem previsão de quando poderão voltar para seus apartamentos.

+ Leia também: Bairros de Curitiba e RMC ficam sem água na próxima semana

Os danos à estrutura do edifício ainda estão sendo avaliados pela Defesa Civil e por engenheiros, que deverão ser contratados pelos próprios moradores. Mas no local é possível ver janelas, estilhaços dos vidros e partes do que era uma parede pelo chão, entre outros vestígios da explosão. Um carro que estava estacionado teve perda total ao ser atingido pelos destroços.

Por conta do isolamento da área, ruas do entorno foram bloqueadas, trazendo transtornos aos motoristas que circulam pela região.

 Veja as primeiras informações sobre o acidente:

Impressionante! Motociclista é arremessado após ser atingido por carro em alta velocidade

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

11 Comentários em "Explosão em apartamento deixa quatro feridos e assusta moradores do Água Verde"


Marcelo  De Souza
Marcelo De Souza
1 mês 19 dias atrás

Altamente inflamável esse impermeabilizante de sofá …já apliquei aqui em casa …ficou parecido com cheiro de oficina de veículos ..

Mario Quisero
Mario Quisero
1 mês 20 dias atrás

lamentável esse acidente com o uso de um aparelho que teria que ser seguido os procedimentos de segurança; de repente como todos estão em estado grave podem morrer ou ficar com sequelas pro resto da vida por causa dessa imprudência…

fernando. fernando
fernando. fernando
1 mês 20 dias atrás

¨¨ uma impermeabilização estava sendo realizada em SOFÁS do apartamento, o que pode ter provocado acúmulo de gás e a explosão¨¨.. não entendi..o que uma coisa tem com a outra??..eles estavam aplicando manta asfáltica nos sofás???..só de for isso…

Tekomo Ohabo
Tekomo Ohabo
1 mês 20 dias atrás

Alguns impermeabilizantes são produzidos com solvente altamente inflamável. Durante a aplicação e secagem o ambiente tem que ficar muito ventilado. Já ocorreram explosões em diversas cidades. Se durante o trabalho de impermeabilização não tiver ventilação e houver fogo ou faísca, BUM!

fernando. fernando
fernando. fernando
1 mês 20 dias atrás

Não tinha me inteirado no assunto, e realmente algumas empresas usam produtos a base de solvente, e que podem realmente causarem explosões se forem aplicados por pessoas não habilitadas tecnicamente..comentei pela reportagem citar gás gerado pela aplicação..

Saint  O Chapeleiro
Saint O Chapeleiro
1 mês 20 dias atrás

Pelo que sei o menino caiu em cima do carro destruido, bem material recupera, força as vítimas

Tekomo Ohabo
Tekomo Ohabo
1 mês 20 dias atrás

Quatro vítimas? O casal e seu filho, que residem no apartamento? E quem é a quarta vítima? O ‘ténico’ que fazia a impermeabilização nos sofás?

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas