O Exército já destacou 180 militares em Curitia para atuar no Plano de Contingência para o combate do coronavírus. Em todo o Paraná, mais de 420 militares já estão trabalhando, sendo que 91 deles foram para as fronteiras do Oeste do estado em Foz do Iguaçu, Santa Helena e Capanema.

Nesta semana, o Exército já está realizando a sua primeira ação em Curitiba dentro do Plano de Contingência, com a montagem de tendas do lado de fora das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e no Hospital das Clínicas para atendimento de pacientes suspeitos de estarem infectados. Este foi um pedido da prefeitura.

VEJA MAIS – Após dia movimentado, Barigui tem bloqueios pra evitar aglomerações

Para os próximos dias, o Exército deve organizar uma doação de sangue coletiva dos soldados, já que os bancos de sangue viram seus estoques despencarem desde que a quarentena da população começou. Equipes de saúde da Força também já estão destacadas para atuar, se for necessário.

O principal objetivo das tendas de atendimento nas UPAs é separar pacientes com sintomas respiratórios, como a gripe ou coronavírus. Desta forma, é possível evitar que possíveis pessoas infectados com coronavírus entrem em contato com os demais pacientes em cada unidade.

Na frente de cada UPA será feita uma abordagem para avaliar se o paciente necessita de atendimento isolado ou não. Quem apresentar sintomas respiratórios irá para o atendimento nas tendas, que irão funcionar por prazo indeterminado.

LEIA MAIS – Por proteção contra coronavírus, sinos tocarão juntos no aniversário de Curitiba

“Temos militares trabalhando em diversas áreas. Desde a montagem das tendas até o atendimento dos pacientes. Estamos fazendo apoio às Secretarias de Saúde e Segurança, que estão na coordenação”, detalha o tenente-coronel do 5.º Batalhão, André Kron.

Nesta semana, sete das nove UPAs de Curitiba já terão tendas do Exército funcionando: Sítio Cercado, CIC, Fazendinha, Cajuru, Campo Comprido, Boqueirão, Boavista e Tatuquara.

Já na UPA do Pinheirinho, os pacientes com sintomas respiratórios serão atendidos na Escola Municipal de Educação Especial Maria Cândida Fankin Abrão, que fica ao lado da unidade, já que as aulas estão suspensas.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: