Curitiba repetiu mais uma vez a tendência de alta na média de pacientes em fase ativa e de transmissão do novo coronavírus. Conforme o boletim epidemiológico desta quinta-feira (29), a capital possui atualmente 3.537 casos ativos. Número que é levemente maior que os 3.513 casos registrados no dia anterior e também superior ao índice divulgado há sete dias pela Secretaria Municipal de Saúde, quando 3.068 pacientes ofereciam o risco de passar a doença para outras pessoas.

LEIA MAIS – Máscara transparente é atrativa para mostrar o rosto, mas exige cautela. Veja como escolher!

A capital paranaense também confirmou oito novas mortes por covid-19 e suas complicações nesta quinta-feira, mais do que os seis óbitos informados no último boletim, na quarta-feira (28). Além das mortes, outras 368 pessoas testaram positivo na cidade, que atingiu hoje a soma de 52.110 infectados e 1.472 mortos nesta pandemia. No entanto, 47.101 pessoas – que representam a maior parte dos contaminados, já estão recuperadas.

Vítimas da covid-19

Mais cinco homens e três mulheres entraram para a lista de moradores de Curitiba que perderam suas vidas para a covid-19, desde março deste ano. Conforme a SMS, seis deles morreram nas últimas 48 horas e os dois demais eram casos em investigação, de óbitos ocorridos em outras datas.

LEIA TAMBÉM – Fuja da covid-19 ao visitar o cemitério no Finados! Veja orientações da Secretaria de Saúde

A Secretaria ainda informa que todos estes pacientes estavam internados quando faleceram e que apenas um deles não tinha fator de risco para complicações causadas pela doença.

Em leitos do SUS

Os 285 leitos de UTI exclusivos para covid-19 do Sistema Único de Saúde (SUS) tem hoje uma taxa de ocupação de 79%. Segundo a prefeitura, 61 leitos de UTI estão livres nos hospitais da rede pública da capital, e podem receber pacientes com o novo coronavírus ou com sintomas de síndrome respiratória aguda grave (SRAG).