Um acidente entre caminhão e bicicleta matou um ciclista de aproximadamente 40 anos na tarde desta quarta-feira (28), no quilômetro 115 da BR-116, próximo à Ceasa, no bairro Tatuquara, em Curitiba. O acidente ocorreu por volta das 14h10, no sentido sul da rodovia.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado para prestar socorro, mas o homem morreu na hora. O trânsito na rodovia foi bloqueado parcialmente no sentido Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana. Até às 16h, os veículos  eram obrigados a desviar o local pelo acostamento.

+Leia também: Quadrilha que roubava relógios de luxo é alvo de operação em Curitiba

Uma das testemunhas seguia logo atrás do caminhão de resíduos e contou que o ciclista transitava pelo acostamento, quando uma carreta desviou dele pela faixa da direita. “Eu vi quando a carreta passou, desviou um pouco, e acabou jogando o ciclista para a faixa da esquerda. Não sei se ela chegou a bater na bicicleta ou se foi a força vento. O ciclista veio parar na faixa esquerda e o outro caminhão não pode desviar. Ele até tentou, mas, a meu ver, o motorista que atropelou não teve culpa nenhuma”, disse o homem que preferiu não se identificar.

Segundo agente Anselmo Anevan Fagundes, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), é possível que a versão da testemunha se comprove. “Pela dinâmica do acidente, o primeiro caminhão pode ter feito o ciclista mudar de direção. Mas isso precisa ser apurado. Ainda não é possível ter certeza absoluta de que foi mesmo isso”, apontou. Ainda segundo a PRF, o motorista da carreta não ficou no local. “Ele terá que ser localizado e ouvido para averiguar a sua responsabilidade no acidente”, finalizou Fagundes.

+Leia também: Veja como é a nova moeda de R$ 1, lançada em comemoração aos 25 anos do Real

Já o motorista do caminhão de resíduos, que atropelou o ciclista, fez o teste do bafômetro e o resultado deu negativo para consumo de álcool.

Além dos Bombeiros, a concessionária Arteris, responsável pelo trecho da BR-116, também prestou atendimento no local. O Instituto Médico-Legal (IML) foi acionado para recolher o corpo. Até o fechamento da matéria, o ciclista não havia sido identificado.

Empresa

A Cavo, responsável pelo caminhão que acabou envolvido no acidente, emitiu nota. Confira na íntegra. “A Cavo lamenta o acidente ocorrido hoje, 28 de agosto, na BR-116. As causas do acidente estão sendo apuradas pelas autoridades competentes e a Cavo mantém-se à disposição para prestar qualquer esclarecimento que se faça necessário“, disse a empresa.

Restos viram obras de arte e móveis nas mãos de operários