A Polícia Civil estourou um “cartório da falsificação” em Curitiba que vendia pela internet todo tipo de documentos falsos: imóveis, diplomas e até atestados de gravidez. Um homem de 50 anos tinha uma espécie de cartório virtual em casa para praticar estelionato e golpes diversos com documentos falsificados.

LEIA MAIS: Golpistas usam nome da prefeitura de Curitiba pra pedir dinheiro para combater o coronavírus

Foram encontrados milhares de documentos na casa do suspeito, como certidões falsificadas, documentos de identidade, carteiras de habilitação, CPFs, atestados e receituários médicos, diplomas escolares e acadêmicos e até atestados de gravidez. Além disso, carimbos e demais arquivos de cartórios de Curitiba e região metropolitana eram utilizados pelo golpista. 

A investigação de três meses é da Delegacia de Estelionato. O golpista foi autuado por estelionato e falsificação de documentos públicos e privados.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?