Um novo golpe está sendo praticado por bandidos durante a pandemia do coronavírus. Nesta quarta-feira (10), a prefeitura de Curitiba lançou mais um alerta: pessoas usando o nome Vigilância Sanitária estão telefonando e solicitando doação em dinheiro a empresários locais, para confecção de materiais para sobre a covid-19. A pandemia está usada por oportunistas para aplicar diversos golpes, que já foram alertados pelas autoridades.

LEIA MAIS – Curitiba soma testes de farmácia e confirma 220 novos casos de covid-19

“Há pessoas ligando para empresas e pedindo doações em nome da Vigilância Sanitária para apoiar o combate ao covid-19. Ninguém liga para receber doações em dinheiro. É golpe”, avisa a secretaria municipal da saúde, Márcia Huçulak.

Segundo a prefeitura, as taxas de serviço da Vigilância Sanitária são recolhidas por meio de Documento de Arrecadação Municipal (DAM) e referentes à licença sanitária e aprovação de projetos, portanto, sem vínculo com qualquer tipo de publicação.

VIU ESSA? – Abre e fecha em Curitiba durante o feriadão de Corpus Christi

“Quem recebeu esse tipo de ligação ou mensagem deve fazer boletim de ocorrência para que a polícia possa investigar e tentar chegar até os criminosos”, afirma Rosana Zappe, diretora do Centro de Saúde Ambiental da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?