Após enfrentar problemas na entrega de documentos, o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) não vai renovar contrato com a Combo Logística e Transporte Eireli e vai voltar a fazer entregas pelos Correios. Documentos como a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que deveriam chegar em dez dias às residências dos motoristas, chegam a levar mais de um mês.

O Detran informa que não vai renovar contrato com a empresa paulista, que se encerra agora no dia 26 de dezembro, por inúmeras reclamações e vai abrir processo administrativo interno para apurar responsabilidades. Em nota, a Combo afirma que está cumprindo as exigências contratuais e que vai decorrer na Justiça da decisão de romper o contrato (confira nota oficial no fim do texto).

Com a volta dos Correios, fica a expectativa para que os documentos do Detran-PR sejam entregues dentro dos prazos. A preocupação cresce ainda mais nesta época de fim de ano ano, quando muitas famílias viajam de férias. É justamente o caso da cuidadora de idosos Ana Maria Fátima de Carvalho, de 47 anos.

LEIA+ IPVA deixa de ser entregue em casa. Saiba como fazer o pagamento!

“Paguei certinho como eles pedem, mas só gastei com isto. Pior é que eles não sabem informar muita coisa. Vou viajar no 5 de janeiro e espero receber até lá”, comentou a cuidadora de idosos, Ana Maria Fátima de Carvalho, de 47 anos.

Com viagem marcada para dia 5 de janeiro, Ana Maria ainda não sabe quando vai receber o documento do carro. Na manhã desta quarta, ela teve que pedir para chegar mais tarde ao trabalho justamente para ir ao Detran-PR tentar resolver o problema. A reportagem da Tribuna contou pelo menos 30 pessoas na fila do Detran-PR buscando informações de quando seus documentos serão entregues. “Paguei certinho como eles pedem, mas só gastei com isto”, reclama Ana Maria.

Ana Maria Carvalho não sabe se vai receber o documento do carro a tempo de viajar em janeiro. Foto: Gerson Klaina / Tribuna do Paraná

Caminhão parado é prejuízo

Quem precisa da CNH ou de outros documentos do carro para trabalhar também está sofrendo com a entrega. O caminhoneiro Agnaldo Juliano Spengle, de 49 anos, por exemplo, está com o caminhão recém-comprado parado justamente por esta demora. “Sem a documentação não posso fazer frete, estou perdendo dinheiro. Já fui a outros postos de atendimento do Detran e nada. Tomara que agora melhore a situação”, espera Agnaldo com a mudança.

Nota da Combo

A Combo Logística, empresa com sede em São Paulo, assumiu as entregas de CNHs, CRLVs e PIDs emitidas pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) no último dia 20 de novembro de 2019, mediante um contrato de prestação de serviço que tem como principal objetivo reduzir os custos e aumentar a agilidade das entregas.