Um barzinho do Batel, em Curitiba, foi condenado a pagar R$ 10 mil de indenização por danos morais ambientais pela Promotoria de Justiça e Proteção ao Meio Ambiente do Ministério Público do Paraná. Localizado na Rua Coronel Dulcídio, o barzinho foi alvo de diversas reclamações de perturbação de sossego e poluição sonora por parte da vizinhança.

LEIA TAMBÉMPM é acionada em festa lotada de gente no Batel no 1.° fim de semana da bandeira amarela

O estabelecimento passou por diversas fiscalizações, que constataram som alto, e recebeu diversas notificações a autuações. De acordo com o Ministério Público, o barzinho sequer tinha alvará de funcionamento para execução de música.

Um processo administrativo foi aberto para cassar o alvará de funcionamento como bar. Caso continue com o som alto, o estabelecimento poderá receber multas diárias de R$ 500.