Dois homens, possivelmente contratados para matar um casal, podem ter errado de residência. Eles invadiram um terreno na Rua Águia do Mar, na região conhecida como Dona Fina, bairro Ferraria, em Campo Largo, e atiraram várias vezes na direção das primeiras pessoas que viram. Andressa Mariano da Silva, 19 anos, morreu no local e, segundo sua família, não tem nenhum envolvimento com o crime e nunca recebeu ameaças.

Testemunhas relataram que dois homens morenos desceram de um Gol prata, pouco depois das 6h, e pularam o muro do terreno. Eles se depararam com Andressa e com o marido dela. O casal, assustado, começou a correr. A dupla atirou várias vezes contra eles, voltou para o carro e fugiu.

Pistas

Pelo chão, ficaram várias cápsulas de pistolas calibre 380 e 9 milímetros. Andressa foi baleada várias vezes, uma delas na nuca. Ela foi socorrida pelo Samu, mas morreu na ambulância, a caminho do pronto-socorro. O marido dela não foi ferido.

De acordo com o superintendente Juscelino Bayer, da delegacia local, familiares de Andressa e do marido relataram que o casal não tinha inimizades nem qualquer motivo para sofrer o atentado. Eles suspeitam que o alvo dos assassinos era outro casal, que alugou uma casa do sogro de Andressa, no mesmo terreno, há 45 dias. “Eles relataram que esse casal fazia festas com frequência, e que um rapaz envolvido com o crime sempre estava presente no local. Pode ser que a dupla tenha sido contratada para fazer a execução e confundiu as vítimas”, disse o policial.