enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Grande Curitiba

Ambulância com impostos atrasados é guinchada e deixa de atender a população

  • Por Mellanie Anversa - Gazeta do Povo
Ambulância guinchada pela PM. Foto: Divulgação/Prefeitura de Fazenda Rio Grande

A Polícia Militar (PM) apreendeu uma ambulância do município de Fazenda Rio Grande, na região de Curitiba, por estar com o pagamento atrasado de impostos (licenciamento e seguro obrigatório) e multas. O valor devido soma cerca de R$ 340.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O recolhimento do veículo é mais um capítulo da crise no sistema de saúde em Fazenda Rio Grande, onde pacientes chegam a aguardar 10 horas por atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o que custou o cargo do secretário municipal de Saúde na última terça (11), José Roberto Zanchi, exonerado da pasta pelo prefeito Marco Wozniack. Zanchi segue, entretanto, como secretário de Assistência Social e chefe do gabinete do prefeito.

O veículo foi apreendido pela PM após se envolver em um acidente na cidade. “Já estávamos em processo de pagamento, mas nesse meio tempo houve o acidente e eles recolheram o veículo”, informa a responsável pelo setor de logística de transporte da Secretaria de Saúde de Fazenda Rio Grande, Carla Pereira.

+ Leia mais: Motociclista morre após perder o controle do veículo em curva e bater em grade de proteção

A ambulância foi concedido pelo estado do Paraná para a prefeitura de Fazenda Rio Grande em março de 2018. Nesse processo, o município utiliza a ambulância até pedir a doação permanente do veículo. “Durante esse tempo, arcamos com todo o custo da ambulância, mas para fazer o pedido de doação é preciso esperar quase um ano”, afirma Carla.

Até o começo da tarde desta quarta-feira (12), o ofício que liberava a ambulância para o município foi repassado pelo governo do estado e a previsão é de que o veículo seja retirado do pátio da PM ainda nesta quarta. “O débito será quitado pela prefeitura de Fazenda Rio Grande e o carro sairá do Detran no nome do município”, afirma a responsável pelo setor de logística.

+ Leia ainda: Imprudência causa grave acidente na BR-116. Passageiros ficaram presos nas ferragens

A prefeitura admite que a ausência da ambulância está fazendo falta no atendimento ao público. Afirma, entretanto, que as outras ambulâncias do município conseguem atender a demanda. “Claro que a ambulância recolhida é importante e temos urgência em recuperá-la”, confirma a responsável pelo setor de logística.

O motivo da dívida, segundo a secretária da Saúde de Fazenda Rio Grande, Irani Santos, foi uma falha administrativa. “A falha foi identificada e o responsável por ela passará por um processo administrativo que avalia se haverá advertência ou remanejamento”, explica.

Caos na saúde

O caos no sistema público de saúde de Fazenda Rio Grande custou o cargo do ex-secretário da Saúde José Roberto Zanchi. A exoneração foi informada por diário oficial nesta quarta-feira (12) e quem assume o cargo é a secretária Irani Aparecida Santos, que estará no comando da Secretaria de Saúde e do Trabalho de Fazenda Rio Grande.

+ Leia mais: Super Mário dirigindo Uber? Entenda essa loucura!

A explicação para a demora para atendimento na UPA é a saída de 7 médicos que atuavam no local. Hoje, o local funciona com 16 médicos. “Não há um motivo específico para a saída desses profissionais. E como eles saíram por conta, o processo para substituição demora, em média, 40 dias”, explica a secretária.

Como os médicos que atuam no sistema passam por concurso público, a contratação exige etapas burocráticas que demoram quase dois meses.

Em medida emergencial, os funcionários estão remanejando os pacientes para outros postos de atendimento médico, fora do município, e uma equipe especial para atendimento específico na ala pediátrica.

+ Leia ainda: Preso homem que abriu fogo e deixou ex-cunhado paraplégico na Grande Curitiba; assista!

O município de Fazenda Rio Grande possui apenas uma Unidade de Pronto Atendimento, que fica na rua Rio Tejo, 515, no bairro Pioneiros.

Greve geral de sexta-feira já tem mais de 30 categorias confirmadas. Confira quem vai parar!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

3 Comentários em "Ambulância com impostos atrasados é guinchada e deixa de atender a população"


Flavio Steiner
Flavio Steiner
2 meses 6 dias atrás

Como é bom quando o estado toma conta de tudo…

Solon da Silva Brasileiro
Solon da Silva Brasileiro
2 meses 6 dias atrás

Aonde fomos parar.
É o fim do mundo.
Senhor tenha piedade de nós

REINALDO  .
REINALDO .
2 meses 6 dias atrás

Estamos vivendo a decadência dos órgãos públicos, que tristeza.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas