O mês de agosto nem chegou na metade e 17 veículos já foram recolhidos pela Superintendência de Trânsito (Setran) de Curitiba por estarem em péssimas condições de conservação. A média é praticamente de um carro por dia.

+Leia mais! Frio com os dias contados em Curitiba? Veja quando o calor volta!

Entre os automóveis guinchados estão um Fiat Uno que usava um galão de água mineral como tanque de combustível e uma Saveiro a gás cuja tubulação estava completamente deteriorada, causando vazamento. A Saveiro também não tinha freio de mão. Ontem, uma Kombi que utilizava um pedaço de pano para tampar a boca do tanque de combustível também foi guinchada.

O veículo guinchado é levado ao pátio da Setran e só pode ser retirado pelo proprietário após pagamento de débitos como o licenciamento e multas anteriores, da taxa de remoção e do valor pelas diárias do carro no pátio, cujos valores podem ser conferidos no site da Setran. Após 60 dias no pátio, o veículo é encaminhado para leilão. Dependendo do estado do veículo, ele é vendido como sucata.

kombi2

+Viu essa? Batida entre carros idênticos termina com morte no Contorno Norte

No caso de veículos em mau estado de conservação, o condutor pode optar por fazer as adequações necessárias no próprio pátio para que o veículo possa voltar a circular. Outra opção é retirá-lo do local em cima de um guincho. Neste caso, o proprietário é informado de que não pode voltar a circular com o veículo em más condições, sob pena de autuação e nova remoção do automóvel.

O atendimento e liberação de veículos ocorrem de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Nos fins de semana e feriados o horário de funcionamento é das 9h às 15h, na Rua Alberto Klemtz, 310, Portão. Mais informações pelo telefone (41) 3012-1916 ou pelo site.

Tradicional lanchonete de Curitiba celebra sanduíche milionário