O presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), deu boas vindas aos novos deputados no discurso de abertura da nova legislatura da Câmara. Em seu pronunciamento, Rebelo afirmou que os deputados trazem consigo "imensa responsabilidade" de trabalhar para transformar o Brasil num País mais justo e soberano. Segundo ele, a Câmara é uma casa aberta e nisso reside sua vulnerabilidade, pois é fiscalizada por todos o tempo todo. Ele afirmou, no entanto, que a Casa sobrevive porque representa todo o povo, sem exclusão.

"A Casa sobrevive porque é uma casa forte, porque representa o povo brasileiro. E aqui estão todos, sem exclusão. Aqui estão os sonhos de todos", afirmou. "É uma Casa aberta e portanto vulnerável, porque é fiscalizada dia e noite pelo povo, pela imprensa e pelos seus integrantes.

Ele lembrou dos momentos em que a Câmara passou por dificuldades – como na época da ditadura militar – e momentos históricos em que a Casa discutiu questões como a abolição da escravatura e promulgou a Constituição Federal, sob o comando do deputado Ulisses Guimarães

Aldo desejou um desempenho vitorioso a todos que estão tomando posse e disse que o êxito de cada um não será individual, mas uma vitória da Casa "e acima de tudo do povo brasileiro". Os eleitos, que já prometem cumprir a Constituição, participam da chamada nominal