O governo liberou, a partir desta sexta-feira (24), que o seguro-desemprego seja depositado em contas de outros bancos. Antes, o benefício era pago por depósito em conta poupança ou conta simplificada para correntistas da Caixa Econômica, pelo Cartão Cidadão ou presencialmente. Essas opções continuam disponíveis.

LEIA MAIS – Caixa lança crédito pra antecipar parcelas do saque-aniversário do FGTS

De acordo com o Ministério da Economia, o interessado precisará apenas indicar, no momento da solicitação, em qual conta quer receber a quantia, desde que seja da mesma titularidade. O benefício que for pago em conta de outro banco será depositado por meio de transferência eletrônica bancária (TED).

LEIA AINDA – Quarta parcela do auxílio emergencial é liberada nesta quinta-feira

“É importante, no entanto, observar que não devem ser informados dados de contas salários, pois nestas somente podem ser realizados depósitos e transferências de empregadores cadastrados, segundo normas estabelecidas pelo Banco Central”, informou a pasta.

A solicitação do seguro-desemprego pode ser feita no aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, no portal do governo ou presencialmente.