Rio

– A maior apreensão de produtos falsificados da marca francesa Louis Vuitton no Brasil foi realizada pela Receita Federal no Porto do Rio. Um contêiner com 9.549 bolsas e carteiras fabricadas na China, que teria como destino final o Porto de Santos (SP), foi interceptado por inspetores da alfândega.

A carga, de seis toneladas, chegou ao Rio em 20 do mês passado e, no dia seguinte, o importador – cuja identificação é mantida em sigilo – fez um pedido de remoção para São Paulo. “Numa fiscalização detalhada, constatamos que havia dados inconsistentes na solicitação e acionamos o representante na marca no País”, disse o inspetor da Alfândega do Porto do Rio Murilo Amaral de Oliveira e Silva. O valor declarado de compra foi de US$ 11 mil, mas Silva disse que uma estimativa “conservadora” indica que a mercadoria tenha sido comprada por US$ 200 mil na China.