Quem precisa regularizar o título de eleitor pode muito bem evitar fila. Até 6 de maio, quem teve o título  cancelado pode regularizar a situação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O quanto antes o cidadão fizer a regularização, menor a chance de enfrentar as filas gigantes que se formam no TRE conforme a data final vai se aproximando.

Quem não regularizar o título de eleitor não vai poder votar nas eleições municipais de outubro. Mas não só. Quem está com o título irregular não pode tirar passaporte, tomar posse em cargos públicos, fazer matrícula em universidades públicas, entre outras restrições.

LEIA+ Boleto do IPVA 2020 deixa de ser entregue em casa. Saiba como fazer o pagamento!

Para regularizar o título, o cidadão deve comparecer ao cartório eleitoral próximo a sua residência, preencher o Requerimento de Alistamento Eleitoral (RAE) e apresentar um documento oficial com foto. Além disso, será cobrada multa de R$ 3,51 por turno que o eleitor deixou de comparecer.

O prazo final para a regularização do título em 6 de maio também é o último dia para emissão do título e alteração de domicílio eleitoral antes das eleições.

Quem quiser verificar a situação de seu título eleitoral pode acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O primeiro turno da eleição municipal de 2020 será no dia 4 de outubro. Se necessário, o segundo turno será no dia 25 do mesmo mês.