Na tarde desta segunda-feira, a seleção brasileira fez um treino leve para reconhecimento do gramado do Olympiastadion, em Berlim, a poucas horas antes da estréia na Alemanha 2006, contra a Croácia. Mas o assunto entre os jogadores após o treinamento foi a incrível virada da Austrália para cima do Japão, que também estão no Grupo F. Os Socceroos perdiam por 1 a 0 até os 84 minutos, mas no final da partida o placar marcava 3 a 1 para o time da Oceania.

Na saída da zona mista o meia Kaká comentou que ficou surpreendido ao saber do resultado, pois quando eles entraram em campo para treinar os nipônicos ?venciam por 1 a 0 e pareciam ter a partida sob controle?. Segundo ele, o que aconteceu certamente serve de alerta para a seleção que é a mais badalada deste Mundial. ?É uma lição com a qual o Brasil deve aprender, de preferência com o exemplo dos outros. É bom sempre lembrar que uma partida nunca está ganha antes do apito final?.

O astro Ronaldinho, sempre o centro das atenções da centena de jornalistas que se aglomeravam em busca de um depoimento, foi na mesma linha e disse que ?o time inteiro (do Brasil) foi surpreendido quando ficou sabedo do resultado?.

Já técnico Carlos Alberto Parreira disse que a primeira coisa que faria assim que voltasse ao hotel seria ver o segundo tempo da partida: ?Eu deixei gravando e quero ver como aconteceu. O resultado em si não foi inesperado, mas sim a forma como aconteceu?.