Curitiba recebe o espetáculo ‘A Alma Imoral’, montagem com Clarice Niskier – vencedora do Prêmio Shell 2007 de melhor atriz. A peça, que esteve na cidade no Festival de Teatro de Curitiba com excelente aceitação do público, é uma adaptação para o teatro, feita pela própria atriz, do livro homônimo do rabino Nilton Bonder, que aborda os conceitos de tradição e traição. Assistida por mais de 50 mil pessoas no Rio, São Paulo e Minas, ‘A Alma Imoral’ terá apresentações do dia 07 a 09; e de 14 a16 de dezembro (de sexta a domingo), no Teatro da Caixa.

A partir de narrativas ancestrais, Clarice Niskier leva o espectador a percorrer o caminho defendido pelo rabino, de que é preciso transgredir para progredir. Em cena, a atriz desfia parábolas judaicas para definir dois impulsos: o da perpetuação e o da ruptura. E mostra que, por mais paradoxais que possam ser, estão interligados. Clarice fala sobre Abrão e outros patriarcas, cita histórias de rabinos e cumpre boa parte da narrativa, que dura 50 minutos, nua.

‘A Alma Imoral’ foi reconhecida pela crítica como uma peça que causa grande impacto na platéia. Um dos responsáveis por esse abalo moral é o envolvimento emocional de Clarice com o texto, adaptado com supervisão de Amir Haddad. A atriz reflete a ousadia do texto – que trata de questões universais – cenicamente, com a nudez. Para a crítica de teatro Débora Ghivelder, "Clarice dialoga intimamente com o público, torna tudo muito acessível e lógico e oferece um verdadeiro banquete à platéia. É teatro da melhor qualidade servido com generosidade".

Serviço:

Espetáculo ‘A Alma Imoral’.  Teatro da Caixa (Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Centro). De 07 a 09; e de 14 a 16 de dezembro. Sextas e sábados às 21h e domingos às 20h. Ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00 (clientes, estudantes, maiores de 65 anos, menores de 21 anos e participantes do clube do assinante da Gazeta do Povo). Informações pelo fone 2118-5111. Classificação: 18 anos.