Saiu! Ben Harper & The Inocent CriminalsLulu Santos se apresentam em Curitiba no ano que vem, na quarta edição do Coolritiba. O festival, que já é parada obrigatória no calendário de eventos da capital paranaense e pouco a pouco vai ganhando forma também fora daqui, vai trazer ainda Elza Soares e a banda carioca Melim. O evento acontece no dia 16 de maio e a venda de ingressos para o Coolritiba começou no dia 2 de dezembro. O preço varia de acordo com o setor escolhido, com algumas novidades.

Aos 89 anos, Elza Soares se apresenta pela primeira vez no festival, que tem a cara da artista. Já Ben Harper, embora seja norte-americano, tem um público forte em Curitiba, que está entre as cinco cidades que mais ouvem seu som. O músico, nascido na Califórnia, e que tem a música Diamonds On The Inside entre as mais conhecidas na carreira solo e Steal My Kisses com o The Inocent Criminals, não vem ao Brasil há nove anos. Ben Harper também ficou conhecido nacionalmente ao gravar a canção Boa Sorte, com Vanessa da Mata.

Veja como foi a terceira edição do Coolritiba, neste ano, que reuniu mais de 16 mil pessoas

Elza Soares se apresentará pela primeira vez no festival. Foto: Divulgação.
Elza Soares se apresentará pela primeira vez no festival. Foto: Divulgação.

Além destes nomes já citados, estão no lineup: Baco Exu do Blues, Lagum + Vitão, Duda Beat, Jão, Matuê e Giulia Be. Também vão se apresentar no evento Bruno Be, Gabriel Boni, Gustavo Mota. As bandas locais Dow Raiz e Marrakesh também foram convidadas para compor a lista de quem se apresenta por aqui. Estes nomes vão se dividir entre o palco fixo da Pedreira, o Palco Cool, e o segundo palco, que neste ano vai mudar de lugar e vai ter maior destaque.

Fora o lineup, que está bem diferente dos anos anteriores, o festival, que tem como marca registrada a pluralidade artística e dessa vez vai um pouco além do que estávamos acostumados, tomando conta do Parque das Pedreiras. Fora o palco principal, que continua na Pedreira Paulo Leminski, o evento vai abranger também a Ópera de Arame, onde vai ficar a parte eletrônica do Coolritiba, com Chemical Surf, Bruno Be, DJ Glen, Dubdogz, Gabriel Boni, Gustavo Mota, Jean Bacarezza, Pimpo Gama e Vinne.

Para o próximo ano, uma das novidades é que o público vai poder escolher entre três opções de ingressos: Além da pista normal, terão ainda o camarote, que tem entrada exclusiva no festival, acesso à área elevada e com cobertura, bares, alimentação e banheiros exclusivos, e área exclusiva em frente ao Palco Cool, além de shows exclusivos.

+Olha isso! Elliott e E.T. o Extraterrestre, se reencontram 37 anos depois em vídeo emocionante

A terceira opção de ingresso é para aqueles que gostam de ter uma experiência ainda mais completa. Por isso, a quarta edição do festival também vai ter uma nova modalidade, o Cool Experience: um pacote completo que cria uma experiência exclusiva e completa no festival, com tudo que oferece o camarote, mais um Kit Cool e um lounge exclusivo com open bar e food. Quem comprar esse tipo de ingresso ainda vai ter acesso a uma área de descanso com transmissão simultânea do Palco Cool, banheiros exclusivos e estacionamento com serviço de leva e traz.

Vamos aos preços da venda geral:

Pista: R$ 145 (meia-entrada), R$ 290 (inteira).
Camarote: R$ 240 (meia-entrada), R$ 480 (inteira).
Cool Experience: R$600.

Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.
Foto: Lucas Sarzi/Tribuna do Paraná.

O Coolritiba vai muito além de boa música. Seja com intervenções artísticas ou até mesmo ativações, o festival é repleto de experiências por todos os lados: danças, malabares, grafite ou até mesmo uma Tirolesa que atravessa a frente do Palco Cool. Em 2020 o festival contará com experiências inéditas, que serão divulgadas em breve.

Durante todos os anos de festival, não só o público aumentou como o repercussão foi muito importante. Para conseguir atender cada vez melhor a demanda, a grande novidade em relação ao tamanho da estrutura do festival ficará por conta da pista de música de eletrônica, que, além de contar com a curadoria do label Kaballah Showcase, ganhou um espaço para chamar de seu: a Ópera de Arame.

Foto: Lucas Sarzi.
Foto: Lucas Sarzi/Arquivo.

Sustentabilidade

O Coolritiba é um dos únicos eventos de grande porte do Brasil que possui 100% dos gases compensados. Isso só é possível, segundo os organizadores, graças a uma parceria, desde a primeira edição do festival, da Seven Entretenimento (produtora do evento) com a ORMA, uma startup que levanta o consumo de gases de efeito estufa gerados no evento e desenvolve soluções especiais de compensação dessas emissões, tornando-o carbono neutro.

Além dessa iniciativa, a organização também adota uma série de medidas para garantir a sustentabilidade do festival, entre elas estão: reciclagem do lixo gerado no evento, disponibilização de lixeiras adequadas para a separação do lixo, cenografia feita com material reciclado e copos reutilizáveis. Para completar, a água no festival é gratuita a todos, diminuindo o consumo de garrafas e galões plásticos, além de garantir a hidratação dos presentes!

Cauã Reymond faz cena de sexo com Matheus Nachtergaele e elogia: ‘Ele tem pegada’

Venda de ingressos para show de despedida do KISS em Curitiba começa nesta semana