A reclamação da torcida do Coritiba com o fato de o clube ter emprestado o Couto Pereira para o Paraná Clube poder levar um público maior à sua última partida na Série B reacendeu uma velha polêmica envolvendo o Trio de Ferro. Como em qualquer rivalidade, resultados em campo à parte, ter uma média de público maior, mostrar que é mais vibrante e que incentiva mais seu time em campo é sempre uma vitória em relação aos concorrentes.

Na verdade, este ‘duelo’ já vem aumentando há alguns meses. E tudo por conta da boa fase do Tricolor, que provocou o Atlético ao lançar a campanha #40milnaBaixada, quando bateu o recorde da Arena na vitória por 1×0 sobre o Internacional, no dia 3 de outubro, e também chamou a atenção por bonitas festas nos jogos na Vila Capanema, e, principalmente, na recepção da delegação no aeroporto no último domingo, quando uma enorme caravana seguiu até o Durival Britto e Silva.

Isto, de certa forma, provocou uma reação em atleticanos e coxas-brancas. Mas de formas diferentes. Nos últimos jogos, contra Avaí, Ponte Preta e Flamengo, o Alviverde teve uma comoção no Couto Pereira, com torcedores esperando o ônibus da delegação e luzes e fumaças na arquibancada na hora de o time entrar em campo. Sem falar na melhora da média de público, que teve mais de 53 mil pessoas no total nestas três partidas.

Nos últimos jogos, Coritiba melhorou seu público no Couto Pereira. Foto: Albari Rosa
Nos últimos jogos, Coritiba melhorou seu público no Couto Pereira. Foto: Albari Rosa

Já do lado rubro-negro, a revolta foi o caminho encontrado, justamente depois de o Paraná Clube ter lotado o Joaquim Américo. De lá pra cá, em quase todos os jogos a torcida do Furacão optou por protestar do lado de fora do estádio, na praça Afonso Botelho, com direito a telão, bandeiras, bateria e tudo mais. Uma festa para incentivar a equipe, mas de longe. O objetivo era mostrar para a diretoria a importância do torcedor. Com esta medida, a média de público da Arena acabou caindo, chegando a ter apenas 5.864 torcedores no empate em 2×2 com o Atlético-GO e de setembro para cá, apenas na derrota por 1×0 para o Corinthians o público foi superior a dez mim (18.062).

Comparações

Em números brutos, o Atlético é quem tem a melhor média entre o Trio de Ferro, com 14.395 pessoas por jogo, o 10º melhor do Brasil em 2017. O Coritiba é o 17º, com 11.762, e o Paraná Clube vem em 25º, com 7.914, mas com o melhor público paranaense do ano – 39.414. Porém, se levarmos em consideração a ocupação do estádio, o Tricolor é o primeiro dos três, com 42% da capacidade utilizada, o oitavo melhor em todo o país, atrás só de Corinthians e Palmeiras (72%), Atlético-MG (56%), Santos (55%), São Paulo (52%), Flamengo (49%) e CSA (46%). Um número que pode aumentar se os cerca de 30 mil ingressos pro jogo contra o Boa Esporte, no Couto, forem vendidos.

Torcida do Atlético esvaziou a Arena da Baixada em forma de protesto. Foto: Albari Rosa
Torcida do Atlético esvaziou a Arena da Baixada em forma de protesto. Foto: Albari Rosa

Neste quesito, o Furacão ocupou apenas 37% da Arena, enquanto o Coxa é ainda pior, com 29% dos lugares do Couto Pereira utilizados. O Alto da Glória, inclusive, é a bola da vez nesta ‘briga’ entre rivais. A expectativa é de casa cheia tanto de paranistas, no sábado, quanto de coxas-brancas, no domingo. Mas a provocação, neste ponto, vale muito e aí os jogadores do Alviverde não perderam tempo sobre quem vai fazer a maior festa.

“Com certeza a torcida do Coxa. Sabemos que a nossa torcida é apaixonada. Apoia nos momentos bons e ruins e com certeza desta vez não vai ser diferente”, disse o volante Jonas

“Eu fico alegre de ter mais um clube do Paraná na primeira divisão. É gratificante o Estado ter três equipes na Série A. Eu parabenizo o Paraná Clube, que eles façam a festa deles, mas a nossa vai ser mais bonita domingo”, acrescentou o zagueiro Cléber Reis.

Uma disputa sadia e que quem tem a ganhar é o futebol paranaense, que pode ter três times disputando uma mesma competição em 2018, contra os mesmos adversários, dentro e fora dos gramados.

Torcida do Paraná Clube vem se mobilizando pra empurrar o time e acabou trazendo os rivais nesta disputa. Foto: Albari Rosa
Torcida do Paraná Clube vem se mobilizando pra empurrar o time e acabou trazendo os rivais nesta disputa. Foto: Albari Rosa