Scheidt conquistou pela sexta vez
consecutiva o mundial da Laser.

O hexacampeonato da classe Laser conquistado ontem por Robert Scheidt, o fez lembrar da primeira vez que participou do torneio. Há 12 anos, ele viu o australiano Glenn Burke conquistar o tricampeonato e pensou: “É um Deus, ninguém mais vai conseguir”. Robert Scheidt tinha 17 anos, foi o 50.º no Mundial, e não poderia imaginar que repetiria o feito em dobro. Aos 29 anos, ele é o único brasileiro a conseguir seis títulos mundiais em um esporte olímpico. “Quando ganhei o penta, que era inédito, achei que seria difícil obter o hexa, uma afirmação tão absoluta dentro da classe.”

À noite, na cerimônia de premiação, o iatista recebeu o segundo troféu de posse definitiva, entregue pela Federação Internacional de Vela ao velejador que ganhar três títulos mundiais. Scheidt chega em São Paulo, onde vive, na sexta-feira, trazendo o seu segundo troféu.