Dois dos jogadores mais experientes do atual elenco do Atlético Mineiro, o goleiro Victor e o zagueiro Leonardo Silva procuraram demonstrar – em entrevista coletiva nesta terça-feira, em Belo Horizonte – confiança no poder de superação do time para garantir a classificação às quartas de final da Copa Libertadores.

Homenageados pela diretoria atleticana por ter completado 300 jogos com a camisa do clube, ambos afirmaram que a campanha do título sul-americano de 2013 pode servir de inspiração para uma vitória diante do Jorge Wilstermann, nesta quarta, às 21h45, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pelas oitavas de final da competição continental. Na partida de ida, os bolivianos venceram por 1 a 0.

“Acho que pode nos ajudar em muito, lembrar de tudo aquilo que nós passamos para chegar nesses números. Não só de conquista, de jogos, de muito trabalho. A gente olha pra trás e vê que o caminho foi construído com muito suor, muita luta, garra, muita dificuldade. E que houve superação dentro de tudo isso. Então, dentro do momento que estamos vivendo, essa superação vai ter que entrar em campo, ser revivida. Uma grande vitória, grande classificação, mudará os nossos rumos”, projetou Leonardo Silva, autor do segundo gol atleticano na final daquela Libertadores, contra o Olimpia, do Paraguai, que levou a partida para a prorrogação.

O goleiro Victor, elevado pela torcida alvinegra ao status de “santo” por ter defendido um pênalti naquela disputa com a equipe paraguaia, considera que o time tem capacidade para reverter situações difíceis e também evita eleger culpados pela má fase no ano – o Atlético Mineiro foi eliminado da Copa do Brasil e é apenas o 14.º colocado no Brasileirão.

“O Atlético sempre responde muito bem em situação como essa. O histórico recente demonstra que as grandes viradas que a equipe teve foram em situações de pressão, de ter que reverter resultados complicados e não há duvida que amanhã a resposta será extremamente positiva. Os atletas estão unidos, muito fechados. Estamos cientes da nossa responsabilidade e daquilo que temos que fazer, principalmente nesse jogo, porque se tornou o jogo do ano. É o único momento que vamos ter para dar a volta por cima”, finalizou Victor.