Um pronunciamento de cinco minutos na manhã desta sexta-feira (4) encerrou o processo eleitoral do Athletico. Apoiando-se no estatuto do clube, a comissão eleitoral decretou a vitória da chapa CAPGIGANTE por aclamação – por ser o único grupo a se inscrever no pleito.

Assim, não haverá eleição no próximo dia 14, e no dia 16 serão nomeados os integrantes dos conselhos Administrativo e Fiscal e da Câmara de Ética. Mário Celso Petraglia será o presidente do Furacão – de direito e de fato – até 2023.

O anúncio foi feito pelo presidente da comissão eleitoral, o advogado Edson Eduardo Borgo Reinert. Ele explicou que a chapa CAPGIGANTE foi a única que se inscreveu e que os requisitos necessários para a aprovação foram todos comprovados.

“Com isso, a chapa vencedora é a CAPGIGANTE, e por aclamação, como diz o estatuto do Club Athletico Paranaense”.

O presidente em exercício do Conselho Deliberativo, Aguinaldo Coelho de Farias, fez um breve discurso logo depois da apresentação de Reinert.

“A aclamação nos traz uma grande responsabilidade. Foi esse processo democrático de escolha do nosso presidente que trouxe à tona um período de gestão, de vitórias, de expressão do nosso clube no cenário nacional e que obviamente teremos essa continuidade e nos esforçaremos ainda mais para levar à frente a nossa gestão”, comentou.

Farias, que passará a ser o presidente de fato do ‘conselhão’, também anunciou que a proposta de nomear Mário Celso Petraglia como presidente de honra do Athletico foi retirada.

“Essa mesa proporá em momento oportuno essa homenagem merecida ao nosso presidente”, disse o dirigente. Petraglia está afastado do clube, mas retomará as atividades na próxima semana, que deverá ter a definição do novo técnico rubro-negro.

+ Mais do Furacão:

+ Athletico se despede de 2019 no domingo, mas já pensa em 2020