Encerrado o primeiro turno da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube, depois de 19 partidas realizadas, terminou a primeira parte do certame com o gosto de quero mais. O Tricolor, sobretudo nas partidas longe de Curitiba, não manteve a regularidade necessária capaz de lhe colocar no G4, e, segundo o site Infobola, do matemático Tristão Garcia, suas chances de acesso são atualmente de apenas 17%.

A probabilidade de acesso do time paranista não é grande e tem muito a ver pelo rendimento do clube como visitante na Série B. Mesmo com dez jogos para fazer na Vila Capanema neste segundo turno, o Paraná Clube não aparece, pelo menos nos números, como um dos principais candidatos ao acesso.

Seu percentual, no entanto, é maior do que o do Londrina. O Tubarão, que perdeu mais uma partida em casa no encerramento do turno diante do Vila Nova (1×0 para os goianos), faz o caminho inverso do Tricolor. O Alviceleste não consegue fazer bons resultados no Estádio do Café, mas fora de casa conquistou a maioria da sua pontuação até agora.

Ainda de acordo com o site Infobola, o América-MG está com um pé na Série A do Brasileirão do ano que vem. O time mineiro, líder da competição nacional com 36 pontos, tem 84% de chances de conquistar o acesso. Internacional, com 59%, Vila Nova, com 51%, e Ceará com 46%, aparecem como os times que apresentam maiores chances de subir para a primeira divisão do ano que vem. Os quatro, atualmente, ocupam o G4.

Confira a tabela completa da Série B!

Para que o Paraná Clube possa mudar isso a receita é simples. O time comandado pelo técnico Lisca precisa manter e até melhorar seu rendimento como mandante – que já é o melhor da Série B -, mas, urgentemente, começar a ganhar partidas fora de casa. Se não conseguir somar pontos como visitante, o Tricolor pode, na sua décima participação seguida na segundona, ficar mais uma vez na fila.