Para conseguir voltar a brigar pelo acesso e, ao final da Série B do Campeonato Brasileiro, conquistar uma das quatro vagas na elite do futebol, o Paraná Clube terá que fazer uma campanha de campeão no segundo turno. O primeiro passo para o time paranista seguir brigando por uma vaga no G4 é melhorar seu desempenho na Vila Capanema, que no primeiro turno foi de apenas 51% nas nove partidas realizados ao lado do seu torcedor. Como um comparativo, o líder Vasco tem 77% de aproveitamento como mandante.

O zagueiro Alisson pontuou que, com exceção do duelo contra o Ceará, no restante dos jogos realizados na Vila Capanema, todos os adversários vieram muito fechados e o Tricolor teve dificuldades para furar a retranca dos seus oponentes.

“Os times vêm normalmente fechados aqui. O único que não veio foi o Ceará, onde jogamos de igual para igual e tivemos uma postura ofensiva muito boa. A fórmula no futebol é fazer os gols e não existe outra fórmula para vencer os jogos. Temos que trabalhar isso, ver o que o Martelotte (Marcelo, técnico) vai trabalhar nessa semana, de como será nossa postura dentro de casa a partir de agora”, apontou o defensor paranista.

Depois de nove jogos realizados em casa e apenas três vitórias conquistadas, Alisson não sabe o motivo da campanha irregular. O zagueiro ressaltou a necessidade de o Paraná voltar a somar pontos dentro de casa para conseguir brigar pelo acesso.

“Não vejo explicação. Nós tentamos e batalhamos em todos os jogos aqui. Agora vamos ver os próximos adversários, não serão jogos fáceis, mas são contra equipes que estão, como nós, ali no meio do bolo da classificação. São jogos de seis pontos e temos que começar a pontuar novamente dentro de casa. Com um aproveitamento bom em casa a gente consegue sonhar de novo com o acesso”, emendou Alisson.

O lateral-esquerdo Rafael Carioca prometeu que o Tricolor vai melhorar nos jogos como mandante e afirmou que, mais do que estabelecer uma meta para o segundo turno, o time paranista vai tentar somar pontos em todas as partidas neste segundo turno.

“Como é um campeonato de pontos corridos, botamos como meta somar o maior número de pontos. Vamos buscar ganhar sempre em casa e pelo menos empatar fora. A gente está ansioso para ganhar logo um jogo em casa. As coisas, infelizmente, não estão acontecendo, mas vamos melhorar isso no segundo turno”, arrematou ele.

A última vitória do Paraná Clube dentro de casa aconteceu no dia 25 de junho, quando venceu o Joinville por 1×0. Os próximos seis jogos serão uma prova de fogo para o Tricolor melhorar seu rendimento na Vila Capanema, já que quatro deles acontecerão em Curitiba.

Roteiro! Leia mais sobre o futebol paranaense na coluna do Mafuz!