O setor ofensivo do Paraná Clube terá um desafio e tanto para o duelo contra o Bragantino, líder da Série B do Campeonato Brasileiro, neste sábado (13), às 19h, na Vila Capanema. O time paranista vai enfrentar a melhor defesa da segunda divisão. O time paulista sofreu apenas dois gols em toda a competição nacional. Para piorar, os números do Tricolor dentro de casa não são animadores, já que a equipe do técnico Matheus Costa marcou apenas duas vezes nas quatro partidas realizadas diante do seu torcedor.

Mas as marcas estão aí para serem batidas, segundo o lateral-esquerdo Guilherme Santos. O jogador destacou a evolução que o time paranista teve durante essa intertemporada de quase trinta dias. O camisa 6 projeta um duelo difícil, mas espera por um bom resultado do Paraná diante do líder da Segundona.

+ Leia mais: Paraná Clube não vai mais contratar diretor de futebol

“Nos jogos na Vila Capanema passamos situações de pegar os times fechados. Sabemos que será difícil. Eles tomaram dois gols apenas, têm uma linha de defesa bem concentrada. Mas a gente crê e trabalha para quebrar recordes. O pessoal lá da frente, nessa intertemporada, melhorou muito a parte de finalização e se der brecha eles vão fazer os gols. Nós, lá de trás, vamos fazer nosso trabalho, seguir dando segurança ao goleiro e ao nosso torcedor de não tomar gol”, cravou o lateral paranista.

O técnico Matheus Costa minimizou a falta de gols do Paraná dentro de casa neste começo da Série B do Campeonato Brasileiro. O treinador lembrou do poder de criação nos jogos realizados na Vila Capanema e acredita que falta mais tranquilidade para o time paranista concluir melhor as jogadas.

+ Confira a classificação completa da Série B

“Sempre criamos situações de gol nos jogos. Tivemos inúmeras finalizações durante as partidas. Faltou um pouco de tranquilidade, de tomar a melhor decisão. Conquistando as vitórias, saindo os gols, talvez a tranquilidade venha mais fácil. Trabalhamos situações ofensivas para que, nas chances criadas, cada atleta, de maneira individual e específica, tome a melhor decisão. Fizemos dois gols em quatro jogos, mas criamos muitas chances. Com certeza poderíamos ter feito mais gols. Temos que seguir criando situações e ser mais tranquilos no momento de finalizar”, concluiu o comandante paranista.

Ao mesmo tempo em que vai enfrentar a melhor defesa da Série B, o Paraná também tem um número defensivo positivo. O Tricolor, até agora, nas quatro partidas que fez em casa na competição nacional, ainda não sofreu gols. Venceu CRB e Operário pelo placar mínimo e empatou sem gols diante de Oeste e Guarani.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!