Com um jogador a mais durante mais de 60 minutos, o Paraná Clube não conseguiu sair com a vitória diante do Luverdense, na sexta-feira (21), no estádio Passo das Emas. Isso deve ter deixado o técnico Lisca ainda mais doido do que geralmente ele já é. O Tricolor esteve sempre melhor no jogo, sempre com domínio da posse de bola, mas pecando demais nas trocas de passes.

“Que pena que não saiu o segundo gol. Até por merecimento do que tentamos, ele seria bem-vindo”, disse o zagueiro Eduardo Brock ao final da partida. O ex-capitão também aprovou o mudança de postura da equipe. “Mudança de postura já foi visível. Em uma bola que chegaram, tomamos o gol. Mas soubemos nos portar”, concluiu.

O lateral esquerdo Igor também analisou o resultado obtido contra o Luverdense. “Sabíamos que jogar aqui seria difícil. Viagem longa e calor, mas o que valeu foi termos lutado até o final”, revelou. Apesar destas adversidades relatadas por Igor, o Paraná teve totais condições de vencer, mas esbarrou nos inúmeros erros de passe e na afobação dos jogadores na hora de finalizar.

Confira a classificação completa da Segundona!

Agora é descansar e se preparar durante a semana para encarar o Santa Cruz, que está à frente do Paraná na classificação e na sexta-feira também empatou por 1×1 contra o Boa Esporte, em Recife. O técnico Lisca terá a semana inteira para trabalhar, acertar o posicionamento de alguns jogadores e encontrar a melhor formação para o duelo contra a Cobra Coral, no próximo sábado (29), às 16h30, na Vila Capanema.