Aos poucos, o técnico Matheus Costa vai dando uma cara nova ao Paraná Clube. No empate em 0x0 com o Guarani, no último sábado (18), na Vila Capanema, depois de um começo muito ruim, o Tricolor melhorou na etapa final, após a entrada do meia João Pedro.

O entrosamento com Matheus Anjos, titular, vem dos tempos em que os dois atuavam juntos pelo Athletico, que os emprestou para o time paranista. Até por isso, a tendência é que os dois passem a ser titulares daqui pra frente.

+ Leia também: Tricolor lamenta empate com o Guarani, mas já foca no próximo jogo

“A gente sabe da qualidade que esses dois (Matheus Anjos e João Pedro) têm, são dois jogadores que gostam da bola. E, neste jogo entrelinhas, eles se acham, então são dois jogadores extremamente importante para nós”, afirmou o técnico Matheus Costa.

+ Mais na Tribuna: Paraná Clube vai ter marca própria de uniformes

Algo que só não aconteceu antes por conta da lesão de João Pedro e também do caso do doping, ainda pelo Furacão. O meia foi titular na estreia na Série B, no empate em 1×1 com o Vila Nova, quando acabou sofrendo a lesão no tornozelo, que o tirou da vitória por 1×0 sobre o CRB. Na rodada seguinte, já recuperado, iria ficar como opção no banco, no empate em 1×1 com o Cuiabá, mas ai surgiu o imprevisto do doping.

João Pedro mudou o Tricolor contra o Guarani e vai mostrando que pode ser titular. Foto: Jonathan Campos
João Pedro mudou o Tricolor contra o Guarani e vai mostrando que pode ser titular. Foto: Jonathan Campos

+ Confira a classificação completa da Série B

“O João Pedro, desde o início da Série B, é um jogador que a gente conta muito, mas houve algumas situações que impossibilitaram ele de estar iniciando (lesão e doping). Ele entrou (contra o Guarani) e mudou o jogo, mas o resultado não veio”, completou o treinador.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!