Formado neste ano e com pouco dinheiro, o elenco do Paraná Clube está conseguindo grandes feitos neste início de temporada. Na noite de quarta-feira (19), ao empatar sem gols diante do Vitória, na Vila Capanema, o Tricolor conseguiu chegar entre os 16 melhores times da Copa do Brasil e confirmou seu bom momento neste ano. O reconhecimento veio das arquibancadas. A equipe paranista deixou o gramado do Durival Britto aos gritos de “time de guerreiro” pelo bom público que acompanhou o embate diante dos baianos.

“É um sentimento muito bom. Realizamos mais um passo aqui e estamos cada vez mais para a história do clube. Fizemos um bom papel lá em Salvador e aqui fomos felizes. Soubemos aproveitar esse placar, não tomamos gols. Não foi tão bom taticamente, mas pelo menos saímos com a classificação e isso foi o mais importante”, apontou o meia Renatinho.

Apesar do público não ter sido o esperado – pouco mais de 8 mil presentes -, o torcedor do Paraná que compareceu na Vila Capanema fez uma bonita festa e ajudou o Tricolor a conseguir a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil, o que não acontecia desde 2002. O meia Guilherme Biteco espera continuar dando alegrias para a torcida paranista, que está carente de grandes conquistas nos últimos anos.

“Temos que agradecê-los por todo o carinho que eles estão dando para nós. Eles estão comparecendo em grande número à Vila Capanema e esperamos continuar assim. Vamos tentar dar o máximo em campo para que eles possam voltar sempre para casa felizes”, concluiu Biteco.

Paraná Clube fez a festa na Vila Capanema. Foto: Hugo Harada
Paraná Clube fez a festa na Vila Capanema. Foto: Hugo Harada