O representante paranaense no G4 do Campeonato Brasileiro da Série B é o Operário. Com a vitória desta segunda-feira (16) sobre a Ponte Preta por 2×1, o Fantasma subiu para 35 pontos e passou Botafogo-SP, Paraná Clube, CRB e Coritiba, pulando para o quarto lugar na Segundona. Em ótima fase (apenas uma derrota nas últimas sete rodadas), o time de Ponta Grossa mostrou que é um forte candidato para o acesso.

Confira a classificação atualizada da Série B!

O Operário partiu para cima da Ponte desde o primeiro minuto. Colocando laterais e extremas bem adiantados, os donos da casa impediam que os paulistas tivessem saída de jogo. Empolgados com a possibilidade de entrar no G4, os jogadores arriscavam, e acabavam esbarrando na ansiedade. O primeiro grande momento foi aos 13 minutos, quando Allan Vieira cobrou falta com força e a bola explodiu no travessão depois da rebatida de Ivan.

+ Confira todas as notícias da final da Copa do Brasil!

Só dava Fantasma. Os visitantes pareciam assustados com a pressão – que o técnico paranaense Gilson Kleina certamente sabia como seria. O justo era que o 1×0 já tivesse saído, tal o volume de jogo proposto no Germano Krüger. Mas estava faltando capricho na última fase, no passe decisivo e no arremate. E a Ponte, que só jogava no erro adversário, teve uma chance de ouro no final da primeira etapa, quando Roger só não marcou porque Rodrigo Viana foi muito bem no lance.

+ Treta: Diretor do Coritiba diz que cartolas foram agredidos em Londrina

Na volta do segundo tempo, Ivan logo mostrou porque foi convocado para a seleção brasileira. No chute de Marcelo, a bola desviou em Edson e obrigou o goleiro a fazer uma defesa espetacular. E de tanto pressionar, aconteceu o inevitável: o Fantasma tomou um gol. Aos 4 minutos, o mesmo Edson girou dentro da área e mandou uma cavadinha sobre Rodrigo Viana. A Ponte estava na frente. A resposta foi rapidíssima. Aos 6, Felipe Augusto ganhou a jogada pela esquerda e fez um belo gol.

+ MMA: Confira o blog Direto do Octógono!

E no contra-ataque saiu a virada. Com lance parecido com o primeiro, o lançamento de Felipe Alves foi para Felipe Augusto na esquerda e o chute foi seco, sem chances para Ivan. Os dois ex-jogadores do Paraná Clube. Elétricos como os torcedores no Germano Krüger, eles empurraram o time para a vitória que colocou o Operário entre os líderes da Série B.

Ficha técnica

SÉRIE B
2º Turno – 23ª Rodada

OPERÁRIO 2×1 PONTE PRETA

Operário
Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Allan Vieira; Gelson (Cléo Silva), Índio e Marcelo; Cleyton (Felipe Alves), Lucas Batatinha (Jardel) e Felipe Augusto.
Técnico: Gerson Gusmão

Ponte Preta
Ivan; Edílson, Renan Fonseca, Reginaldo e Diego Renan; Edson, Washington (Vico), Camilo, Everton (Alex Maranhão) e Marcondele (João Carlos); Roger.
Técnico: Gilson Kleina

Local: Germano Krüger (Ponta Grossa)
Árbitro: Ramón Abatti Abel (SC)
Assistentes: Johnny Barros de Oliveira (SC) e Clair Dapper (SC)
Gols: Edson 4 e Felipe Augusto 6 e 10 do 2º
Cartões amarelos: Maílton, Felipe Alves (OPE); Edilson, Edson, Roger, Vico (PON)
Cartão vermelho: Alisson
Renda: R$ 52.535,00
Público pagante: 4.550
Público total: 5.117