O meia-atacante Kerlon, revelado pelo Cruzeiro, transferiu-se nesta terça-feira para a Inter de Milão, depois de passagem pelo Chievo na temporada 2008/09. Os direitos do jogador de 21 anos, já pertenciam à equipe milanesa, mas ele foi emprestado porque não havia espaço para estrangeiros no elenco.

Em seu site, a Inter de Milão afirma que Kerlon assinou contrato por três anos, até junho de 2012. O clube cita o jogador como “um dos melhores talentos de nível mundial” e lembra que ele ficou famoso graças à jogada da foca – um drible em que equilibra a bola na cabeça.

Kerlon ganhou projeção internacional defendendo a seleção brasileira no Sul-Americano sub-17, em 2005. Ele apresentou ao mundo o drible da foca, marcou oito gols em sete jogos e terminou a competição como artilheiro e melhor jogador.

Entre os profissionais do Cruzeiro, no entanto, Kerlon não apresentou o futebol que dele se esperava. O lance mais lembrado envolvendo o jogador é uma agressão de Coelho, do Atlético-MG, enquanto o meia-atacante equilibrava a bola na cabeça, em seu lance característico.

Ainda no clube mineiro, ele passou por um período de seguidas lesões. Primeiro, uma contusão no tornozelo esquerdo o afastou dos gramados por sete meses; depois, rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito e ficou mais sete meses parado.

Em janeiro do ano passado, Kerlon lesionou o joelho esquerdo. No mês de junho, ele assinou o primeiro contrato com a Inter de Milão e depois de dois meses foi cedido do Chievo. Agora, novamente no clube milanês, ele deve ser mais uma vez emprestado a outra equipe.